Você está em:

Vicariato realiza ações de empreendedorismo e economia solidária

O Vicariato Episcopal para Ação Social e Política da Arquidiocese de Belo Horizonte realiza, em parceria com as comunidades, os cursos e oficinas de empreendedorismo e economia solidária  voltados para pessoas em situação de risco social. São oferecidas noções de economia solidária para promover o empreendedorismo entre os participantes e o estímulo para o desenvolvimento de atividades sustentáveis. De acordo com Belmiro Alves de Freitas, assessor de projetos para a economia solidária do Vicariato, “o objetivo é promover a qualidade de vida das pessoas, além de criar relações de trabalho mais humanizadas”. 
 
Vítima de violência doméstica, a microempresária Francisca Maria da Silva tira o sustento de sua família dos pães, bolos e biscoitos que comercializa, em parceria com outras 16 pessoas. Ela conseguiu sua independência financeira e o resgate de sua dignidade após ingressar nos cursos de economia solidária do Vicariato e abrir o Buffet Amigos da Xica. 
 
Cristiana Silva de Lima formou um grupo de economia solidária no Aglomerado da Serra, em 2004 e, desde então, tem expandido os negócios junto com o marido. São cinco pessoas envolvidas na confecção de bolsas femininas, feitas de retalho e comercializadas em feiras específicas, destinadas a grupos de economia solidária. Do negócio, Cristina e o marido tiram o sustento da família. Ela, inclusive, cursa administração em uma faculdade particular. “Queremos expandir o negócio, ter um espaço próprio para a venda e levar nossas bolsas para o exterior”, planeja a microempresária.  
 
A economia solidária abriu portas para Neuza Maria Ferreira que, com cinco amigas, fabrica bolsas e conserta peças. Ela destaca o apoio que os grupos encontram no Vicariato. “Além de dar assistência, nos ajuda na solução de problemas. Periodicamente, o Vicariato promove reuniões, para refletirmos sobre o negócio”, conta. 
 
O modo de produção baseado na economia solidária é coerente com o tema da Campanha da Fraternidade 2010 que é “Fraternidade e Economia”. “Os princípios e valores que fazem o diferencial desta economia e sustentam a sua prática são a solidariedade, sustentabilidade, igualdade, cooperação, auto-gestão, cuidado com os recursos, cidadania, valorização da criatividade e do trabalho”, conclui Belmiro de Freitas, assessor de projetos para a economia solidária do Vicariato.
 
Mais informações pelo telefone 3422.6804 ou na sede do Vicariato – Rua Além Paraíba, 208 – Bairro Lagoinha – Belo Horizonte.