Você está em:

Unidade e missão: Assembleia Geral da CNBB divulga Mensagem ao Povo Brasileiro

Os 292 bispos católicos do Brasil reunidos na 59ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) desde o último domingo, 28 de agosto, divulgaram na manhã de sexta-feira, 2 de setembro, “Mensagem da CNBB ao povo brasileiro”.

Reunidos em colegialidade e comunhão, os bispos católicos se dirigem na mensagem aos homens e mulheres de boa vontade. “Nossas alegrias e esperanças, tristezas e angústias (cf. Gaudium et Spes, 1) são as mesmas de cada brasileira e brasileiro. Com esta mensagem, queremos falar ao coração de todos”, escreveram.

Na mensagem, os bispos afirmam que a fé comporta exigências éticas traduzidas em compaixão e solidariedade concretas: “O compromisso com a promoção, o cuidado e a defesa da vida, desde a concepção até o seu término natural, bem como, da família, da ecologia integral e do estado democrático de direito está  intrinsicamente vinculado à nossa missão apostólica. Todas as vezes que esses compromissos têm sido abalados, não nos furtamos em levantar nossa voz”, sublinham na Mensagem ao Povo Brasileiro.

Tempos desafiadores

Os pastores reconhecem o tempo desafiador  que o povo brasileiro e o país atravessam. “Nosso País está envolto numa complexa e sistêmica crise, que escancara a desigualdade estrutural, historicamente enraizada na sociedade brasileira. Constatamos os alarmantes descuidos com a Terra, a violência latente, explícita e crescente, potencializada pela flexibilização da posse e porte de armas que ameaçam o convívio humano harmonioso e pacífico na sociedade. Entre outros aspectos destes tempos estão o desemprego e a falta de acesso à educação de qualidade para todos”, pontuaram os bispos na Mensagem da CNBB.

A Mensagem destaca a fome como o mais cruel desafio. “A alimentação é um direito inalienável (cf. Papa Francisco, Fratelli Tutti, 189)”, reforçam os bispos. A Mensagem recorda ainda que a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO, 2022), aponta em seu relatório  que a quantidade de brasileiras e brasileiros que enfrentam algum tipo de insegurança alimentar ultrapassou a marca de 60 milhões.

Os bispos conclamam, mais uma vez, toda a sociedade brasileira a participar ativa e pacificamente das eleições, escolhendo candidatos e candidatas, para o executivo (presidente e governadores) e o legislativo (senadores e deputados federais, estaduais e distritais), que representem projetos comprometidos com o bem comum, a justiça social, a defesa integral da vida, da família e da Casa Comum.

Conheça a íntegra  a Mensagem da CNBB ao povo brasileiro sobre o momento atual

Comunhão, participação e missão

 A 59ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) será concluída nesta sexta-feira. A semana, iniciada no domingo 28 de agosto com a celebração da Santa Missa, em Aparecida,  foi vivida de forma profunda com deliberações e votações de documentos importantes, que devido à pandemia e a exigência presencial não puderam ser avaliados durante a primeira etapa da Assembleia Geral. Dom Walmor, arcebispo de Belo Horizonte e presidente da CNBB, já na Missa de abertura dos trabalhos recordava: “nossos corações não são de gente que participa de uma convenção, mas de servidores do povo de Deus, coração de peregrinos, como o dessas pessoas que aqui nos cercam e que vêm pela fé, porque confiam na proteção da Mãe, Maria. Estamos aqui com o coração de discípulos e missionários”.
A Assembleia ocorreu depois de dois anos e meio sem reuniões presenciais, devido às restrições impostas pela pandemia da Covid -19.  A fraternidade se fez presente durante toda Assembleia e profundas reflexões demonstraram a especial unidade entre os bispos.