Você está em:

Sobre Ritos e Preces: Chegou o tempo da Quaresma!

Chegou o tempo da Quaresma! Tempo muito apreciado pela Igreja e pelos cristãos pela sua força própria de nos fazer voltar às raízes da experiência da fé: o nosso Batismo. A Quaresma nasceu como um tempo de preparação final para o Batismo. Mas depois evolui para um tempo de revisitar nossos compromissos batismais e de deixar que o Espírito Santo nos restaure as feições de filhos e filhas de Deus, em Jesus Cristo. A Quaresma nos prepara para celebrar a Páscoa anual e nos ajuda a viver como pessoas pascais, ressuscitadas em Cristo!

Um dos modos de nos preparar para a Páscoa são os exercícios quaresmais da esmola, do jejum e da oração, que não estão restritos a este tempo. Mas a quaresma nos ajuda a aprofundar a riqueza dessas práticas, que ademais, precisam de um certo redimensionamento, de uma compreensão mais profunda e de um exercício mais criativo.

Lembramo-nos ainda das leituras e orações oferecidas nas liturgias deste tempo – riqueza sem igual que nos ajuda a purificar nossa fé! No Brasil, a Campanha da Fraternidade é outro tesouro consolidado na vida das nossas paróquias e comunidades. Elas nos ajudam a rever a quaresma na perspectiva social, sempre enfocando um tema atual e necessário para a sociedade brasileira. Neste ano, vamos refletir o tema: “Fraternidade e Educação” e como lema “Fala com sabedoria, ensina com amor” (cf. Pr 31, 26).

Dentre todos esses tesouros, a Igreja guardou para nós o sacramento da Penitência, que muitos conhecem como Confissão. Contudo, muita gente se queixa de não saber se confessar, outros se confessam muito, mas tomam mais afeição pelo pecado do que pela graça, outros ainda têm medo e há quem transforma a confissão num ato devocional, quase mágico – uma pena!… Vamos então conversar? Quem sabe, a gente pode fazer um bom caminho de redescobrir o sacramento da Penitência e colaborar com o amor de Deus que nos concedeu refletir a imagem do homem celeste, Jesus Cristo!

A Igreja quer conduzir você para o mistério da reconciliação que Deus realizou na morte e ressurreição de Jesus Cristo, seu Filho amado. Esta série de pequenos textos nasceu como desejo de ajudar você a viver mais frutuosamente este tempo litúrgico, na sua riqueza e capacidade de fortalecer o espírito para seguir Jesus na vida, celebrando a liturgia, testemunhando o evangelho, e servindo ao próximo, sobretudo ao mais ferido e necessitado.

(aguarde o próximo texto, na semana que vem!)

Aproveite para nos escrever comentando os artigos e contando-nos sobre sua experiência e eventuais dúvidas: querosabermais.sobreritosepreces@arquidiocesebh.org.br

Padre Danilo César – Professor de Liturgia da PUC Minas e Pároco da Paróquia de Santana