Você está em:

Reitor da PUC Minas recebe Monsenhor Josef Clemens, secretário do Vaticano

O secretário do Pontifício Conselho para Leigos do Vaticano, Monsenhor Josef Clemens esteve na PUC Minas – campus Coração Eucarístico na manhã do dia 25 de outubro. Ele está no País para visitar comunidades eclesiais em Belo Horizonte e Fortaleza (CE). 

Acompanhado por Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, reitor da PUC Minas, Dom Clemens visitou o Museu de Ciências Naturais e se encontrou com membros da administração superior e da comunidade acadêmica, que o apresentaram um panorama geral da Universidade.  Monsenhor Josef Clemens, pôde ter a dimensão da grandeza da PUC Minas, reconhecida pela Santa Sé como a maior universidade católica do mundo. 

Sobre a sua primeira impressão, em seguida à visita ao Museu, o secretário disse: “A Universidade é muito grande e tem um trabalho importante na sociedade. Espero que possa crescer cada vez mais”.

Em reunião no auditório do prédio 43, foram apresentados os dados da Universidade,  do Instituto de Filosofia e Teologia Dom João Resende Costa e da Pastoral na Universidade. Dom Clemens agradeceu “de todo o coração” pela gentil acolhida e, por estar em uma universidade, se recordou da época em que era estudante na Universidade Gregoriana em Roma.

O reitor, professor Dom Joaquim Mol, falou sobre a satisfação de apresentar a PUC Minas ao Monsenhor, que é amigo pessoal do papa Bento XVI e foi secretário do pontífice durante 20 anos, enquanto era Cardeal e presidente da Congregação para a Doutrina da Fé. “É um sentimento de muita alegria receber um homem de cultura alemã, que está há muito tempo na Itália, e que interage muito bem com os brasileiros, com o nosso estilo de ser”, disse. Para ele, a visita é a confirmação de que a PUC Minas está no caminho certo. “Se o caminho está confirmado, podemos responsavelmente acelerar um pouco mais, para que possamos chegar onde temos que chegar”, ressaltou. No auditório, Dom Mol sinalizou a intenção de realizar, em Belo Horizonte, um encontro mundial de universitários cristãos.   

Presença marcante

Na apresentação do Instituto de Filosofia e Teologia Dom João Resende Costa, o padre Antônio Francisco afirmou que o Instituto é presença marcante na disseminação da missão da PUC Minas. “Buscamos promover o desenvolvimento humano e social de alunos, professores, funcionários e comunidade, contribuindo para a formação ética e solidária de profissionais competentes, humana e cientificamente, mediante a produção e disseminação do conhecimento, da arte e da cultura, a integração entre a Universidade e a sociedade, a interdisciplinaridade e a articulação do ensino, pesquisa e extensão”, ressaltou.

Já o coordenador geral da Pastoral na Universidade, professor Camilo de Lélis, informou que a Universidade tem, há quatro anos, um projeto de ação pastoral, em cada um dos campi e unidades. Ele explicou que a Pastoral é um espaço para o diálogo, acolhida, e estrutura o seu trabalho não só junto à comunidade acadêmica, mas também à do entorno da Instituição. “Percebemos uma repercussão muito grande entre os jovens”, afirmou, para quem as palavras de ordem são: comunhão e parceria. De acordo com ele, o setor desenvolve cerca de 120 projetos, envolvendo toda a comunidade, por meio do voluntariado, desenvolvendo a espiritualidade cristã e a reflexão.