Você está em:

Padre Vinícius, reitor do Santuário Arquidiocesano da Saúde e da Paz, nos indica um livro considerado imperdível

Reitor do Santuário Arquidiocesano da Saúde e da Paz, padre Marcus Vinícius Maciel, ou apenas padre Vinícius, como é conhecido na Arquidiocese de BH, equilibra sua rotina,  para que de forma permanente se dedique às leituras. Considera os livros fundamentais para o crescimento pessoal e para o trabalho na Igreja, junto aos fiéis. Temas de formação, de espiritualidade cristã, história de Minas Gerais e da Educação, assim como a literatura brasileira e também europeia, de Machado de Assis ao russo Dostoiévski, as publicações fazem parte do seu cotidiano. Padre Vinicius se prepara para concluir o mestrado em Ciências da Religião, na PUC Minas, onde estuda a abençoada vida do Padre Eustáquio.

Nosso convidado da semana lê com facilidade, este é um hábito que foi incentivado por sua família e pela escola, desde que era criança. Esta semana, fiquem atentos, a história que padre Vinícius nos indica é definida por ele como  imperdível. “Considero que o livro foi escrito por um gênio do nosso tempo”, elogia.  Um religioso em mudança de época narra a caminhada de 50 anos de vida consagrada do autor frater Henrique Cristiano José Matos.

Escrito em três volumes, o primeiro livro começa em 1941 e vai até 1964, do nascimento do padre de origem holandesa até a sua vinda para o Brasil. Os volumes 2 e 3 abrangem o período de 1964 a 2010. Parte da obra refere-se à experiência do padre Henrique Cristiano na PUC Minas, onde foi professor por mais de 30 anos. “O livro nos traz a visão do que houve na Igreja no pós-guerra, com relatos, testemunhos e registros fascinantes”, descreve padre Vinícius. “É uma escrita muito bem fundamentada, agradável e profunda.”

Padre Vinicius destaca ainda algumas características do autor. “Frater Henrique Cristiano é um sábio e profundo conhecedor da existência humana. É um místico, vive em um retiro, ligado de forma íntima a Deus, mas ao mesmo tempo ao mundo”, descreve. Frater Henrique vive em Igarapé, na Região Metropolitana de BH, onde se dedica à Pastoral Carcerária.