Você está em:

Nossa História nas Comunidades: Paróquia Santa Cecília, a harmonia de uma bela canção

Bilhete escrito pelo então arcebispo de Belo Horizonte, cardeal dom Serafim, anunciando a criação da Paróquia Santa Cecília

Santa Cecília é considerada a intercessora dos músicos e Padroeira de uma comunidade de fé que inscreve, com a sua história, uma bela melodia no coração centenário da Arquidiocese de Belo Horizonte.

 

Foto da Igreja Matriz – Paróquia Santa Cecília, bairro Europa, Venda Nova, Belo Horizonte

A Paróquia Santa Cecília foi criada no dia 8 de dezembro de 1987, no bairro Europa. Um marco na trajetória de fé do Povo de Deus na região de Venda Nova. O monsenhor Avelino Marques, que faleceu em 2011, aos 91 anos, muito trabalhou para a criação da comunidade paroquial. O sacerdote exercia o seu ministério em Venda Nova, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, e percebeu o aumento dos cristãos católicos na região.

 

A Igreja Matriz da Paróquia Santa Cecília começou a ser construída em 1984, a partir da união dos fiéis e da liderança do monsenhor Avelino. A edificação do templo acompanhou o amadurecimento da comunidade. Dois anos antes de seu falecimento, por solicitação do arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo, monsenhor Avelino foi agraciado com o título de “monsenhor”, reconhecimento da Igreja aos sacerdotes que exemplarmente serviram ao Povo de Deus.

 

Atualmente, a Paróquia Santa Cecília é formada por seis comunidades de fé que, harmoniosamente, sob a intercessão de sua Padroeira, evangelizam, contribuindo para que muitos se aproximem do Mestre Jesus.

Monsenhor Avelino Marques, que muito trabalhou para a criação da Paróquia Santa Cecília, recebeu o título de “monsenhor” das mãos de dom Walmor Oliveira de Azevedo, no dia 28 de novembro de 2008, pelos relevantes serviços dedicados à Igreja. O sacerdote faleceu em 2011, permanecendo na memória das comunidades de fé de Venda Nova

Cartaz que convida as comunidades para a instalação canônica da Paróquia Santa Cecília e início de ministério de seu primeiro pároco, padre José Leite da Silva