Você está em:

No Dia de Cuidar, 12 de junho, a semana de mobilização “é tempo de cuidar” intensifica a coleta de alimentos no país

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Cáritas Brasileira, a Conferência dos Religiosos do Brasil, o Movimento de Educação de Base e a Associação Nacional de Educação Católica do Brasil realizam a “Semana Nacional de Mobilização” na segunda fase da Ação Solidária Emergencial ‘É Tempo de Cuidar’. Ações solidárias estão programadas em dioceses, organismos e pastorais da Igreja no Brasil.

Durante esta semana, a Ação Solidária Emergencial está intensificando a doação de alimentos como gesto concreto de caridade, para responder ao foco da segunda fase da ação solidária de combate à fome e ações solidárias, em diversos pontos do Brasil, com a realização de “drive thrus” (pontos de entrega).

O arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo, reforça o convite à solidariedade. “Todo cristão é convidado a integrar esse bonito gesto de amor ao próximo que é a ação emergencial solidária ‘É tempo de cuidar’, promovida por confissões religiosas e segmentos sensíveis da sociedade, com selo humanitário reconhecido”, disse.

De acordo com o presidente da CNBB, tem muita gente que acorda sem saber o que terá para comer. “A situação extrema de pobreza e de carência alimentar não dá a ninguém o direito de repousar sem inquietações. É hora de fecundar mentes e corações com o remédio da sensibilidade singular que se pode cultivar no gesto diário de socorrer quem precisa, porque não tem e não pode esperar.”

Em sua segunda fase, a Ação Emergencial se coloca numa atitude solidária aos irmãos e irmãs, brasileiras e brasileiros, que se encontram em situação de insegurança alimentar. O gesto concreto é o foco na arrecadação de alimentos em função do agravamento da situação da fome no Brasil com o retorno do país ao Mapa da Fome da ONU e também com as consequências da segunda onda da Covid-19 sobre a população, como o desemprego.

No dia 12 de junho, data dedicada ao Dia de Cuidar, serão realizados “drive thrus” para coleta de alimentos e o incentivo para que sejam procuradas as paróquias e dioceses brasileiras.

Segundo a Cáritas Brasileira, organização que coordena a sistematização dos dados, desde o início da segunda fase, no dia 11 de abril, domingo da Misericórdia, a Ação já arrecadou 1 tonelada e meia de itens alimentícios, R$ 140.000,00, 252 mil alimentos para consumo (marmitas), 117 mil kits de higiene pessoal, 115 mil equipamentos de proteção individual e 53 mil unidades de roupas e calçados. A atualização dos números pode ser acompanhada aqui na Plataforma de registro das ações.

Saiba como fazer o registro das ações realizadas por sua comunidade:
Vídeo explica de forma didática como fazer o registro das atividades da Ação Emergencial É Tempo de Cuidar – CNBB