Você está em:

Mensagem do Papa Francisco para a 37ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ)

Papa Francisco pede à juventude que se inspire tanto no exemplo de Maria como na experiência dos idosos ao seu redor

“Maria levantou-se e partiu apressadamente” (Lc 1, 39): esse é o tema da Mensagem do Papa Francisco aos jovens por ocasião da 37ª Jornada Mundial da Juventude, que será celebrada na Igreja no dia 20 de novembro deste ano e, em Lisboa, de 1º a 6 de agosto de 2023. O texto conclui o ciclo de três mensagens que acompanha os jovens no percurso entre a JMJ Panamá 2019 e a JMJ Lisboa 2023, todas centradas no verbo levantar-se.

Na mensagem deste ano, o Pontífice convida os jovens a meditarem juntos sobre a cena bíblica em que, depois da Anunciação, a jovem Virgem Maria se levanta e sai ao encontro de sua prima Isabel, levando consigo Cristo. “A Mãe do Senhor é modelo dos jovens em movimento, jovens que não ficam imóveis diante do espelho em contemplação da própria imagem, nem ‘alheados´ nas redes. Ela está completamente projetada para o exterior”, escreve o Papa, enfatizando que esta disponibilidade para ir ao encontro dos outros é gerada pela experiência do Senhor na  própria vida.

Partindo da reflexão sobre a pressa que caracteriza a Virgem de Nazaré, o Santo Padre encoraja os jovens a perguntarem-se que atitudes e motivações experimentam face aos desafios da vida cotidiana. Convida-os a discernir entre uma “boa pressa [que] impele-nos sempre para  o alto e para o outro” e uma que “não é boa (…) que nos leva a viver superficialmente, tomar tudo levianamente sem empenho nem atenção, sem nos envolvermos verdadeiramente no que fazemos”.

Exemplo de Maria

As palavras do Papa Francisco encorajam os jovens a recomeçarem a fazer novos encontros, para partilharem a alegria da proximidade de Cristo, para superarem as distâncias entre pessoas e gerações, e para responderem com criatividade aos desafios do mundo de hoje, atingido pela pandemia e pelas guerras. “Os jovens são sempre a esperança de uma nova unidade para a humanidade fragmentada e dividida. Mas somente se tiverem memória, apenas se escutarem os dramas e os sonhos dos idosos”, enfatiza o Papa Francisco, pedindo à juventude que se inspire tanto no exemplo de Maria como na experiência dos idosos ao seu redor.

A Mensagem é também um convite a todos os jovens a participarem da 37ª Jornada Mundial da Juventude, que – como escreve o papa Francisco – será um momento para redescobrir juntos “a alegria do abraço fraterno entre os povos e entre as gerações, o abraço da reconciliação e da paz, o abraço duma nova fraternidade missionária!”.

Jornada em dois momentos

Depois de ter sido adiada por um ano, devido à pandemia, esta JMJ será celebrada em dois momentos distintos: o primeiro será na Solenidade de Cristo Rei, em 20 de novembro deste ano, com celebrações nas Igrejas de todo o mundo; o segundo, em âmbito internacional, ocorrerá em Lisboa de 1 a 6 de agosto de 2023. As duas celebrações mantêm o mesmo tema: “Maria levantou-se e partiu apressadamente” (Lc 1, 39).