Você está em:

MEC classifica pós-graduação da FAJE como “padrão internacional”

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação (MEC) reconheceu o curso de pós-graduação da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE) como padrão de qualidade internacional. Numa escala que vai de zero a sete, o curso obteve nota seis. 

O coordenador-geral da FAJE, Padre Geraldo Luiz De Mori, disse que a instituição busca seguir, além das diretrizes estabelecidas pelo MEC, o padrão de ensino internacional. “No início, seguíamos o modelo de formação adotado internacionalmente. Mas, a partir da validação do MEC, começamos também a seguir as exigências brasileiras para a pós. O principal critério observado pela Capes é a qualidade de nossos professores. Em segundo lugar vem a produção teológica, ou seja, a publicação de livros e artigos. E, por último, somos avaliados pela repercussão do curso no país e no exterior”, explica.

Além do corpo docente, a gigantesca biblioteca da FAJE também é um grande atrativo. Ela reúne 95 mil livros especializados em filosofia e teologia, 30 mil de ciências humanas e literatura em geral e230 mil fascículos de periódicos científicos. A pós-graduação em Teologia da Faje foi criada em 1987. Em 1997, o mestrado foi credenciado pela Capes e em 2002 foi a vez do doutorado. Atualmente o mestrado da instituição possui 30 alunos, enquanto o doutorado reúne 15 estudantes. São padres e leigos, brasileiros de diversas regiões e estrangeiros.