Você está em:

Papa Francisco autoriza promulgação de decreto que reconhece virtudes heroicas de Irmã Benigna

Papa Francisco autorizou hoje a promulgação do decreto para reconhecimento das virtudes heroicas de irmã Benigna Victima de Jesus.

O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte dom Walmor de Oliveira Azevedo agradece  ao Santo Padre: “Damos graças a Deus por fecundar corações com a força de seu amor e agradecemos, com muita alegria, ao Santo Padre Francisco pela promulgação, hoje, do Decreto reconhecendo as virtudes heroicas da Serva de Deus Irmã Benigna. Agora, nos passos para sua beatificação, Venerável Ir Benigna. Mais uma etapa importantíssima no processo até chegar ao passo decisivo de sua Beatificação, intenção pela qual continuamos a orar e pedir insistentemente por esta graça. Muito agradecido, uno-me a cada um, em oração e comunhão, especialmente à Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade e da AMAIBEM, amigos da Irmã Benigna, para celebrar esse momento especial e de grande alegria. O processo de beatificação em curso, iniciado  na Arquidiocese de Belo Horizonte, mostra que a Irmã Benigna é uma mulher admirável por sua vida pautada no amor pelo próximo, especialmente enfermos e pobres. Uma história que nos revela o caminho da santidade vivido e testemunhado na especialidade do amor fraterno. Irmã Benigna, mineira, nascida em Diamantina, está presente na vida da Igreja de Belo Horizonte e, de modo muito especial, nas pessoas simples e pobres, a quem sempre acolheu com bondade, generosidade, palavras de esperança e testemunho de fé. Sua virtude mais marcante, a humildade, é exemplo da discípula sempre fiel aos ensinamentos do Mestre Jesus, interpelando à sua imitação”.

Uma vida dedicada aos pobres

Com o decreto do Papa foram reconhecidas as virtudes heroicas da Serva de Deus Benigna Victima de Jesus, professa religiosa da Congregação das Irmãs Auxiliadoras de Nossa Senhora da Misericórdia. O processo iniciou na Arquidiocese de Belo Horizonte em 15 de outubro de 2011 marcando a fase diocesana. A fase Romana no Vaticano se iniciou em 15 de abril de 2013.

Caridade e fortaleza foram características fortes da personalidade de Benigna Victima de Jesus, nascida Maria Conceição dos Santos em 16 de agosto de 1907 em Diamantina, Minas Gerais. Aos 28 anos entrou para a Congregação das Irmãs Auxiliadoras de Nossa Senhora da Piedade e dedicou-se no acolhimento aos pobres, humildes, doentes e aflitos.

Irmã Benigna foi discriminada por causa da cor da sua pele, pela aparência física e várias doenças, incluindo a obesidade e distúrbios hormonais, que lhe causaram muito sofrimento.  Ela escondeu suas mágoas através de seu peculiar senso de humor e da Graça que foi de onde tirou forças para superar dificuldades e continuar a se doar ao próximo, fazendo o bem.

No dia 16 de outubro de 1981, após uma vida de entrega, doação e partilha, o seu imenso coração parou. Ela se foi, silenciosa, em paz, lutando até o fim, terminando sua obra grandiosa.