Você está em:

Dom Walmor abençoa Presépio da Catedral Cristo Rei que faz especial homenagem aos idosos

Nesse domingo do Advento, 4 de dezembro, com muita alegria, a Catedral Cristo Rei – Nossa Igreja-Mãe, acolheu o Quarteto de Cordas da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Os músicos apresentaram belíssimo repertório, aberto com a Cantata: Jesus Alegria dos Homens, do compositor alemão, do século 18, Johann Sebastian Bach.  Antes da apresentação musical, o nosso arcebispo, dom Walmor, presidiu a Santa Missa, concelebrada pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte dom Joel Maria, pelo pároco da Paróquia Bom Jesus do Vale, padre Alexandre Fernandes e diácono José Samuel.

A Catedral Cristo Rei recebeu o quarteto da Orquestra Filarmônica, durante bênção do Presépio

Após a Celebração Eucarística Dom Walmor abençoou o presépio da Catedral Cristo Rei, criado pela artista plástica, Sônia Toledo, aos 72 anos, e por seu pai, o médico Jair Toledo, aos 103 anos: “Abençoar esse Presépio é reafirmar uma tradição antiga da nossa Igreja, inspirada em São Francisco de Assis, para nos lembrar que caminhamos em um mundo em meio a muitas lutas, mas não estamos sozinhos. Portanto, o Presépio em cada igreja, em cada casa e nas ruas é exatamente a lembrança que só existe um único Senhor e Salvador, Cristo Jesus”, sublinhou dom Walmor.

Homenagem aos idosos

O Presépio da Catedral Cristo Rei, apresentado pela primeira vez aos fiéis, visitantes e peregrinos, foi criado em um momento muito especial, de união e fraternidade.  É uma homenagem aos idosos. Moldado no barro, as figuras humanas e os animais foram feitos durante a pandemia da COVID-19, um trabalho dedicado que durou oito meses, realizado pela artista plástica Sônia Toledo, e seu pai, o médico Jair Ferreira Toledo, que aos 103 anos, ao criar o presépio, descobriu uma nova vocação. Enquanto Sônia moldava as figuras humanas, expressando gestos e emoções, com capricho e ternura seu Jair Toledo foi responsável por moldar os animais. Ele deu vida aos bichinhos, representando-os em sua rotina com impressionante riqueza de detalhes. Filha e pai trabalharam lado a lado, pacientemente. Jair Toledo moldou mais de 80 animais. Sônia, além das figuras humanas , pintou a tela de fundo, com a estrela de Belém. Eles contaram com ajudantes e agora o presépio, pronto, aguarda a chegada do seu personagem mais importante: o Menino Jesus. Médico e artesão, Jair Toledo não está mais entre nós, foi chamado pelo Pai, nos deixando esta linda memória. Ao finalizar o Presépio, o artista Jair Toledo observou com simplicidade, sabedoria e gratidão:  “O criador foi muito gentil comigo, me permitiu chegar a esta idade trabalhando em algo tão prazeroso. Até os 86 anos eu ainda atuava como médico, fui obstetra e clínico, mas não fiz medicina para ganhar dinheiro, fiz para aliviar a vida do meu semelhante.”

Endereço da Catedral Cristo Rei – Rua Campo Verde, 165 – no Bairro Juliana.