Você está em:

Etapa estadual do Parlamento Jovem de Minas realiza plenária final

Em sessão plenária na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), dia 17 de setembro às 14 horas, 120 alunos do ensino médio de escolas públicas e particulares de Belo Horizonte e cidades do interior, apresentarão propostas sobre resíduos sólidos e meio ambiente.

O grupo, que participa da etapa estadual do Parlamento Jovem (PJ) de Minas, representa os municípios que participaram da etapa municipal, realizada em Belo Horizonte e em 11 cidades do interior do Estado, durante o primeiro semestre deste ano.

As propostas aprovadas serão entregues à Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas, para o devido encaminhamento.

Entre as propostas levadas ao Plenário, estão:

– Obrigatoriedade da utilização de materiais reciclados ou biodegradáveis para qualquer modalidade de panfletagem e propagandas e na confecção de novas embalagens;

– Estabelecimento de consórcio entre municípios vizinhos, independentemente do número de habitantes, com o intuito de financiar a implantação e a operação de um aterro sanitário regionalizado, que possa atender às necessidades de todos os municípios envolvidos;

– Estímulo à organização dos catadores de materiais em cooperativas, a fim de gerar mais empregos e aumentar a renda oriunda dos materiais reaproveitáveis, com a consequente melhoria da renda dessa população.

Pela primeira vez o PJ de Minas tem caráter estadual, por isso, a programação não se restringe à Plenária Final. Os jovens e seus acompanhantes têm uma agenda repleta na capital, com início na manhã do dia 16. Atividade de recepção e entrosamento, visita guiada à ALMG, reuniões da equipe coordenadora do PJ de Minas com os representantes das cidades, reuniões em Grupos de Trabalho e visita a pontos turísticos de BH.

Participam da edição estadual as cidades de Belo Horizonte, Montes Claros, Divinópolis, Capelinha, Caratinga, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Juiz de Fora, João Monlevade, Visconde de Rio Branco, Viçosa e Ouro Preto. Em cada cidade, o programa é coordenado pelas respectivas câmaras municipais e têm apoio de outras instituições de ensino superior.

Dez monitores do Curso de Ciências Sociais da PUC Minas e quatro professores da Universidade, acompanham as atividades dos adolescentes e desempenham a função de assessores na plenária,

 

Sobre o programa

 

O Parlamento Jovem de Minas (PJ de Minas) é um programa de extensão universitária que possibilita aos jovens conhecer o funcionamento do Legislativo e as outras estruturas de ação do Estado, além de criar oportunidades para o protagonismo juvenil. Este ano é realizado a partir da parceria entre a PUC Minas (Curso de Ciências Sociais e Pró-reitoria de Extensão), câmaras municipais, Assembleia Legislativa de Minas Gerais e Coordenadoria da Juventude da Secretaria do Estado de Esportes e da Juventude.

Coordenadores, monitores, alunos, professores e colaboradores participam intensamente de todo o processo, já que a metodologia engloba formação teórica e atividades práticas. Alguns dos temas abordados são: cidadania, democracia, participação política, divisão de poderes, orçamento público e ética. Os alunos também participam de oficinas de redação, teatro e oratória, pesquisa, elaboração, defesa e votação de propostas no plenário da casa legislativa.