Você está em:

Encerramento do Ano Jubilar Sacerdotal reúne 15 mil sacerdotes de todo o mundo em Roma

O papa Bento XVI celebrou hoje, 11 de junho, o encerramento do Ano Jubilar Sacerdotal durante a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus. O encerramento do Ano Sacerdotal integra também um encontro internacional de religiosos que reúne 15 mil sacerdotes de todo o mundo, no Vaticano, em Roma.

Ao abrir a homilia, o Santo Padre definiu o Ano Sacerdotal – iniciado em 19 de junho de 2009, por ocasião dos 150 anos da morte do Santo Cura D’Ars – como um período no qual “vieram à luz os pecados dos padres, sobretudo o abuso junto aos menores .  Na admissão ao ministério sacerdotal e na formação durante o caminho de preparação a isso, faremos tudo aquilo que possamos para avaliar a autenticidade da vocação”, garantiu o Papa, apontando que a Igreja quer “acompanhar os sacerdotes em seu caminho para que o Senhor os proteja e custodie em situações penosas e nos perigos da vida”.

Nesta celebração de conclusão do Ano Sacerdotal, o Pontífice pediu solenemente aos ordenados para serem “fieis às promessas, servir a Deus e ao povo com santidade e coragem, sempre conformando as vidas ao mistério da cruz de Deus”.

Ao final da solenidade, Bento XVI dirigiu “um pensamento de especial reconhecimento” – “aos senhores cardeais e aos bispos que quiseram estar presentes, em particular aos que vieram de longe”, e uma “cordial saudação” aos prelados, sacerdotes e seminaristas de todos os ritos das igrejas orientais católicas”.