Você está em:

“Vacinar é um ato de amor à sua vida e ao próximo”: afirma dom Walmor durante apresentação da Campanha Abrace a Vacina

O Arcebispo de Belo Horizonte e presidente da Conferência nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Walmor Oliveira de Azevedo participou, na segunda-feira, dia 18 de janeiro, do evento virtual em que foi apresentada a Campanha “Abrace a Vacina”. A iniciativa, organizada pelo Fórum pela Democracia e a Frente pela Vida, reuniu organizações da sociedade, dentre elas a CNBB, personalidades e especialistas em saúde pública, com o propósito de incentivar a população a se vacinar contra o novo coronavírus (Covid-19).

A campanha busca informar a população e reverter a opinião daqueles que se mostram contrários à vacina, muitas vezes influenciados pelas fake news e por posturas negacionistas, que desestimulam o uso do imunizante e os cuidados preventivos.

Dom Walmor ressaltou que a pandemia do novo  coronavírus se  tornou ainda  mais grave no Brasil com a manipulação do povo através da  disseminação generalizada de fake news.  O fim  da pandemia, disse o Arcebispo, “exige compromisso com a verdade e a verdade que precisa ser afirmada agora é que a vacina é a arma mais eficaz no combate à Covid-19”.

O Arcebispo pediu que a população não se deixe enganar por quem desmerece a vacina e tenta minimizar a Covid-19 e seus impactos na vida de muitas famílias, marcadas pela dor e pelo luto – mais de 209 mil pessoas já morreram em decorrência da doença. “A vacina, fruto da dedicação de muitos pesquisadores, é a esperança para livrar o mundo da Covid-19”.

O presidente da CNBB destacou que com o início da vacinação cada pessoa precisa fazer a sua parte: “Vacinar é um ato de amor à sua vida e ao próximo”, ensinou, lembrando  que  todos têm direito ao acesso à vacina. O Arcebispo sublinhou ainda a necessidade de os cidadãos exigirem de seus representantes políticos, em todos os níveis, um adequado plano de imunização .

Os organizadores da Campanha Abrace a  Vacina explicam que “serão utilizados todos os meios e plataformas de comunicação com informações necessárias ao esclarecimento da população e divulgação de  conteúdo criado por uma equipe técnica altamente capacitada que envolve médicos e outros profissionais da saúde, ex-ministros da saúde, pesquisadores e presidentes de entidades ligadas à área da saúde, além de comunicadores especializados.