Você está em:

Seminaristas e padres da maturidade celebram os 43 anos de sacerdócio de dom Walmor

Dom Walmor celebrou, os 43 anos de ordenação sacerdotal na noite de quarta-feira, dia 9 de setembro, no Convivium Emaús. O Arcebispo presidiu a Santa Missa, com a participação dos  padres da maioridade e dos seminaristas do Seminário Arquidiocesano Coração Eucarístico de Jesus. Após a celebração, dom Walmor foi surpreendido com uma bonita e singela homenagem.

Dom Walmor iniciou a caminhada no ministério sacerdotal na Arquidiocese de Juiz de Fora, em 1977, após concluir seus estudos no Seminário Santo Antônio. Depois, em 1998, passou a exercer a sua missão  na Bahia, ao ser nomeado bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador. Em 2004, São João Paulo II confiou-lhe a missão de arcebispo metropolitano de Belo Horizonte.

Rezemos por nosso Arcebispo, suplicando as bênçãos de Deus para o seu ministério.

 

 

Conheça um pouco mais sobre a vida do nosso Arcebispo

Dom Walmor foi ordenado sacerdote em Juiz de Fora, em 1977, onde exerceu seu ministério presbiteral. Na cidade mineira, entre outras atividades, foi pároco, reitor do Seminário Santo Antônio e coordenador arquidiocesano da Pastoral Vocacional.

Dedicado ao serviço ao povo de Deus à Igreja, não mediu esforços para se qualificar, buscando sempre servir mais e melhor. Assim, concluiu o mestrado em Ciências Bíblicas pelo Pontifício Instituto Bíblico (Roma) e o doutorado em Teologia Bíblica, pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, lecionando em diversas instituições de ensino superior.

Nomeado bispo-auxiliar da Arquidiocese de São Salvador da Bahia em janeiro de 1998 pelo bem-aventurado Papa João Paulo II, dom Walmor recebeu a ordenação episcopal em cerimônia presidida pelo cardeal dom frei Lucas Moreira Neves, no dia 10 de maio daquele ano, em Juiz de Fora. Escolheu como lema para o seu episcopado o versículo “Para curar os corações feridos” (Is 61,1b).

Em 2004, dom Walmor foi eleito pelo Papa João Paulo II arcebispo metropolitano da capital mineira. No episcopado, entre outras atividades presidiu a Comissão para Doutrina da Fé da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), durante os exercícios de 2003 a 2007 e de 2007 a 2011. Também exerceu a presidência do Regional Leste II da CNBB – Minas Gerais e Espírito Santo. Foi um dos quatro representantes do Brasil que participaram da 12ª Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos em 2008. No ano seguinte, foi nomeado para integrar a Congregação para a Doutrina da Fé no Vaticano. No dia 28 de julho de 2010, o arcebispo foi nomeado o novo ordinário para fiéis do rito oriental residentes no Brasil e desprovidos de ordinário do próprio rito. Dom Walmor também é membro da Congregação para a Doutrina da Fé, desde 2009. Na CNBB, o Arcebispo presidiu a Comissão para a Doutrina da Fé durante os exercícios 2003 a 2007 e de 2007 a 2011. Membro da Academia Mineira de Letras, foi agraciado com a Comenda Dom Luciano Mendes de Almeida, da Faculdade Arquidiocesana de Mariana, e com o título de Doutor Honoris Causa, da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (2012).