Você está em:

Coleta da Solidariedade: um gesto de caridade na vivência da Quaresma

Aproxima-se o dia 28 de março, data da Coleta da Solidariedade, gesto concreto de caridade da Quaresma e da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021 (CFE 2021). Aprovada pelo episcopado brasileiro, a Coleta da Solidariedade este ano acontece em todo Brasil nas celebrações da missa do Domingo de Ramos.

Para motivar ao gesto concreto de caridade na Coleta da Solidariedade e explicar as diferentes formas de doação como consequência da oração e do amor a Cristo e aos próximos, especialmente no tempo da Quaresma, a Assessoria de Comunicação (Ascom CNBB) produziu cards para redes sociais, spot e vt para a Rede Católica de Rádios (RCR) e os canais de tv de inspiração católicos do Brasil.

De acordo com o secretário-executivo de Campanhas da CNBB, padre Patriky Samuel Batista, o primeiro gesto concreto é a transformação do coração a fim de que, pelos exercícios quaresmais, ele se torne um coração semelhante ao de Jesus. Em razão disto, o gesto fraterno se torna uma oferta com um caráter de conversão quaresmal, condição para que advenha um novo tempo marcado pelo amor e pela valorização da vida.

“A coleta é um gesto concreto da fraternidade, partilha e solidariedade, realizado em âmbito nacional, em todas as comunidades cristãs, paróquias e dioceses.  Ela é parte integrante da Campanha de Fraternidade assumida pelo episcopado brasileiro. A caridade ganha um apelo mais contundente, especialmente num tempo como este  no qual muitas famílias tiveram suas vidas afetadas pela pandemia, com perda de emprego e com dificuldades de alimento”, reafirmou.

Formas de doação

Bispo, padres, religiosos(as), lideranças leigas, agentes de pastoral, colégios católicos e movimentos eclesiais são os principais motivadores e animadores da Campanha da Fraternidade em suas comunidades, paróquias e dioceses.

A Igreja espera que, com esta motivação, todos participem, oferecendo sua solidariedade em favor das pessoas, grupos e comunidades, pois ao longo de uma história de solidariedade e compromisso com as incontáveis vítimas das inúmeras formas de destruição da vida, a Igreja se reconhece servidora do Deus da vida.

Os fieis poderão doar sua oferta no próximo dia 28 de março, Domingo de Ramos, nas celebrações em sua comunidade e paróquia, onde estiver sendo autorizadas celebrações presenciais pelas autoridades sanitárias em decorrência dos cuidados com a pandemia. Veja, no último vídeo, quais projetos o FNS apoiou em todo país em 2019. Quem não conseguir ir até a comunidade mas quiser doar, pode entrar em contato com (61) 2103-8300 ou pelo e-mail financeiro@cnbb.org.br.