Você está em:

Estudantes do Colégio Santa Maria Minas ensinam espanhol para alunos de escola pública

O protagonismo juvenil e a realidade cidadã de ir ao encontro do próximo, são valores presentes no projeto “Escuela en Salida”, do Colégio Espanhol Santa Maria Minas – Unidade Cidade Nova. Semanalmente, estudantes voluntários da 1.ª Série do Ensino Médio, com a supervisão e orientação do professor de espanhol da Unidade, João Carlos Ribeiro, ministram aulas remotas para alunos do 7.º e 8.º Ano do Ensino Fundamental, da Escola Municipal Anísio Teixeira. A atividade acontece duas vezes por semana, dividida em aula e monitoria. “O projeto nasceu do desejo do Arcebispo metropolitano Dom Walmor Oliveira de ter uma pastoral educativa mais itinerante”, explica o professor João Carlos.  

O “Escuela en Salida” é um espaço de intercâmbio de conhecimento e ao mesmo tempo uma oportunidade de potencializar a ação e autonomia dos estudantes do Colégio Espanhol Santa Maria em sua formação integral. As monitorias são conduzidas por por alunos que já dominam a segunda língua. O grupo planeja aulas de forma bastante interativa, com rodas de conversas e estudos que potencializam para os colegas da escola pública o conteúdo aprendido durante a aula. 

Colégio Santa Maria Minas

Compromisso evangelizador

Essa junção do compromisso evangelizador e a responsabilidade pedagógica do Colégio são respostas às necessidades da comunidade local. “É uma visão acolhedora a jovens, que veem nessa oportunidade um caminho de novas possibilidades ao aprender uma segunda língua”, reforça o professor.

O processo é um aprendizado mútuo. Os estudantes voluntários não só oferecem seu conhecimento na língua espanhola e ajudam no  aprendizado dos alunos da escola municipal, mas também vivenciam um grande momento de colocar em prática a responsabilidade social, em consonância com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Um processo que cresce com a troca de conhecimento e aprendizagem, como explica a estudante voluntária, Lavínia Martins: “Quanto mais os alunos da escola municipal se envolvem com o curso, maior é o comprometimento dos voluntários.”