Você está em:

“A religião deve ser ponte que nos une” – afirma dom Walmor na apresentação do Relatório de Liberdade Religiosa no Mundo

O arcebispo de Belo Horizonte e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Walmor Oliveira de Azevedo, participou da apresentação do Relatório de Liberdade Religiosa no Mundo – 2021, na noite de terça-feira, dia 27 de abril, com transmissão pelo Canal da ACN-Brasil (Ajuda à Igreja que Sofre), nas redes sociais.

Dom Walmor sublinhou que a religião “sempre deve ser ponte que nos une, nunca muros que inviabilizem a convivialidade” e recordou o ensinamento do Papa Francisco: “Quem constrói muros se torna prisioneiro deles”. Para o Arcebispo, “as diferenças são riquezas, oportunidades para aprendizados, diálogos que permitem, a cada um, sem abrir mão das próprias convicções, o amadurecimento no exercício da fraternidade”.

Acompanhe as reflexões sobre  a 15ª edição do Relatório de Liberdade Religiosa, que contaram  também com a participação de dom Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo; dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, e dom Sérgio da Rocha, arcebispo de Salvador: