Você está em:

18 anos de dedicação à Arquidiocese de BH: Dom Walmor é homenageado no Santuário da Padroeira de Minas

O padre Wagner Calegário, reitor do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Minas Gerais, dedicou bonita homenagem ao arcebispo dom Walmor, que presidiu Celebração Eucarística no Santuário, na tarde deste sábado, 26 de março. A razão da homenagem é muito especial: dom Walmor, primeiro servidor da Arquidiocese como ele se compreende, está completando 18 anos de ministério a serviço do povo de Deus . O Reitor se recordou da primeira vez em que esteve com dom Walmor, em 2004. Padre Wagner era ainda seminarista, no propedêutico do Seminário Arquidiocesano Coração Eucarístico de Jesus (Sacej). Na homenagem, padre Wagner conta que, naquele dia, descobriu uma das características do ministério do Arcebispo: ajudar cada pessoa a compreender que é dom de Deus.

A homenagem do sacerdote foi realizada ao final da Missa, em sintonia com o que disse dom Walmor em sua homilia. O Arcebispo destacou que cada pessoa deve cuidar de sua interioridade, buscando dialogar com Deus. Não se trata de atitude intimista, advertiu dom Walmor, acrescentando que uma interioridade sem o devido cuidado repercute negativamente nas ações cotidianas. “Um pai, por exemplo, que cuida da interioridade, saberá bem aconselhar seu filho”, ponderou.

Dom Walmor atribuiu ao descuido com a interioridade as decisões equivocadas de lideres, o que acaba agravando problemas sociais. Conforme orientou o Arcebispo, é caminho para cuidar da interioridade acolher as lições deste tempo da Quaresma, à luz da Sagrada Escritura: todos reconhecerem que são pecadores, suplicando pelo auxílio de Deus.

Ao final da Missa, agradecendo a Deus por seus 18 anos de serviços à Arquidiocese de Belo Horizonte, dom Walmor renovou a consagração de seu ministério a Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais. Depois, fez questão de saudar cada um dos muitos peregrinos que participaram da Celebração na Basílica Nossa Senhora da Piedade – Ermida da Padroeira de Minas Gerais