Projeto Providência adapta suas ações de amparo aos educandos durante a pandemia

Famílias pobres recebem o amparo do Projeto Providência,  para enfrentar o isolamento social, necessário à prevenção à Covid-19 e suas consequências econômicas, muito mais graves para aqueles têm poucos recursos e ainda sofreram grandes perdas nos últimos meses.

Nos últimos meses,  funcionários e voluntários intensificam a dedicação às famílias amparadas pelo Projeto Providência nas unidades Taquaril e Vila Maria e Fazendinha. Os educandos recebem materiais escolares e seus familiares receberam doações de cobertores, de cestas básicas, material de limpeza, entre outros materiais de higiene e cuidado pessoal. Até o dia 31 de agosto, mais 270 kits pedagógicos foram entregues às crianças e jovens.

De acordo com Ivan Ferreira, assessor pedagógico do Projeto Providência, educadores e equipe de atendimento às crianças  participam constantemente de processos de capacitação, em que vários planejamentos e ações são realizadas para levar conteúdos educativos aos amparados pelo Projeto Providência. “Queremos levar, da melhor maneira, o desenvolvimento emocional e psicológico para as crianças participarem de novas atividades pedagógicas”.

Recentemente, a equipe do Projeto Providência fez um levantamento para saber se as famílias possuem acesso às redes sociais como Facebook, Instagram e Whatsapp, avaliando quais meios seriam necessários para enviar atividades e materiais interativos aos educandos. “A partir desse retorno positivo, em que muitos educandos tinham acesso à internet, passamos a usar nossos canais de comunicação online para estabelecer contato com as famílias. Desde então enviamos vídeos, cadernos pedagógicos, as crianças participaram de “lives”, além de mantermos contato recorrente por telefone e Whatsapp. A ideia é que pelo menos 50% dos alunos sejam atendidos com as nossas ações educativas”, explica Ferreira.

Além do conteúdo pedagógico, as crianças e as famílias também participam de momentos culturais e de conscientização junto com a Companhia Teatral e com a Rádio Pólos de Alegria, que integram as iniciativas do Projeto Providência. Na segunda-feira, 31 de agosto, por exemplo, a mobilização foi na região da unidade Vila Maria do Projeto Providência, em que o grupo de teatro levou muitas mensagens positivas e de conscientização sobre a Covid-19.

O Projeto Providência

Criado em 1988, o Projeto Providência reúne uma equipe multidisciplinar, com o objetivo de auxiliar pessoas que vivem na extrema pobreza, ameaçadas por graves problemas, a exemplo do tráfico de drogas, ociosidade, alcoolismo e diferentes formas de violência. Com suas três unidades, ampara aproximadamente 1800 crianças de vilas e favelas, no período em que elas não estão na escola. Promove atividades educativas, esportivas e culturais, oferece reforço escolar e também refeições para os pequeninos das comunidades pobres.

VEJA TAMBÉM