Programa “Dai-lhes vós mesmos de comer” amplia atendimento a famílias pobres em BH

O Programa “Dai-lhes vós mesmos de comer”, ação social que nasce na Catedral Cristo Rei, amplia o atendimento de entrega de refeições a famílias que estão em situação de vulnerabilidade socioeconômicas agravada, principalmente, devido à pandemia da Covid-19. A partir de agora, as refeições serão entregues todos os dias na Região do Izidora, atendendo as comunidades Rosa Leão e Vitória. Antes as refeições eram distribuídas apenas às sextas-feiras.

Além das famílias que moram na Região do Izidora, o programa atenderá também a comunidade da Vila Mariquinhas, localizada na região norte de Belo Horizonte.

Dona Kátia recebe visita da equipe de colaboradores do programa “Dai-lhes vós mesmos de comer”

Dona Kátia, idosa com cerca de 68 anos, é um exemplo de como o programa dá dignidade a quem tem fome. Moradora da Região do Izidora, ela vive em uma casa alugada de um cômodo, sem banheiro e sem condições de comprar gás para preparar suas refeições. Nessas condições, desde o começo da pandemia, em março de 2020, dona Kátia se alimenta, na maioria dos dias, de pão e água. Através do programa “Dai-lhe vós mesmos de comer”, dona Kátia está tendo acesso a refeições diárias e de qualidade.

Programa “Dai-lhe vós mesmos de comer”
O Programa “Dai-lhe vós mesmos de comer” prepara e oferece refeições a famílias que enfrentam a fome. Este importante serviço começou a ser realizado no dia 12 de fevereiro de 2021, oferecendo refeições, preparadas no Convivium Cristo Rei, um dos ambientes da Catedral Cristo Rei, a cada sexta-feira e destinadas aos que sofrem com a extrema pobreza.

Fiel à sua missão de ser lugar de amparo aos que precisam de ajuda, a Catedral Cristo Rei está sendo edificada para servir as muitas comunidades, principalmente as pessoas que mais sofrem, inspirando ações de solidariedade, envolvendo a rede de comunidades da Arquidiocese de Belo Horizonte.

O milagre da multiplicação
O Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo explica que a iniciativa foi inspirada na passagem bíblica “Dai-lhes vós mesmos de comer”, quando Jesus realizou o milagre da multiplicação dos pães e peixes. “Nós temos o compromisso com os que passam fome e com as famílias em carência alimentar. A pandemia explicitou ainda mais as desigualdades sociais e aumentou o número de pessoas com fome. O objetivo é identificar os mais necessitados para que possamos ampará-los a partir da Catedral Cristo Rei – Igreja-Mãe”, afirma.

Padre Júlio Amaral, Vigário Episcopal para Ação Social, Política e Ambiental da Arquidiocese de Belo Horizonte, afirma que o Projeto pretende evitar o desperdício, incentivando empresas a realizarem doações de alimentos de boa qualidade, e ajudar no combate à fome. “Esperamos que o Projeto faça a diferença na vida das pessoas, de modo especial na vida dos mais pobres”, explica.

Famílias recebem refeições entregues pelo Programa “Dai-lhes vós mesmos de comer”

VEJA TAMBÉM