Educar para a ecologia integral

Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade inspira o cuidado com a natureza à luz da fé

O Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais – intensifica seus trabalhos de promoção da ecologia integral, celebrando a criação de Reserva Particular do Patrimônio Natural em seu território e acolhendo a Romaria Arquidiocesana pela Ecologia Integral. O ano de 2021 também marca a gradativa retomada de peregrinações ao Santuário, seguindo os cuidados necessários para se evitar a propagação da COVID-19. No que se refere à infraestrutura, o conjunto arquitetônico dedicado à padroeira de Minas Gerais ganha novo espaço: a Estação da Piedade, importante avanço no gerenciamento do trânsito de peregrinos e veículos no alto da Serra da Piedade.

Inspirar novos hábitos

Peregrinos, ambientalistas, líderes de comunidades de fé acolhem a convocação da Arquidiocese e, no Dia Mundial da Ecologia, 5 de junho, peregrinam ao Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, para a 2ª Romaria Arquidiocesana pela Ecologia Integral. A Missa celebrada pelo arcebispo de Belo Horizonte e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Walmor Oliveira de Azevedo, inicia a programação, que contemplou momento cultural e educativo, com apresentação artística e reflexões de professores e defensores do meio ambiente. Grupos também tiveram a oportunidade de partilhar suas ações voltadas para a sustentabilidade ambiental. Durante a Romaria, dom Walmor sublinha: “Aqui estamos para um grito profético, para um momento de escuta da Palavra de Deus, dos clamores da Casa Comum e dos clamores dos mais pobres, que pagam o preço mais alto deste modo inadequado de se tratar o meio ambiente”.

VEJA TAMBÉM