Você está em:

Voluntários da Paróquia São Luís Gonzaga levam alimento e apoio espiritual a pacientes em tratamento contra o câncer

Desde de maio de 2014 voluntários da Paróquia São Luís Gonzaga , no bairro Minas Brasil, cumprem, religiosamente, uma rotina de cuidado e amor ao próximo. Três vezes por semana eles madrugam, preparam o café da manhã, e às seis e meia da manhã já estão levando o alimento e muita energia para os pacientes do setor de oncologia do Hospital Alberto Cavalcante. Até as nove horas, nove pessoas, incluindo o pároco, Padre Ivan Eustáquio de Souza, trabalham sem parar um minuto sequer, a não ser para ouvir ou oferecer uma palavra de conforto, de incentivo.

Os pães e o café são doados pelos paroquianos, uma campanha realizada sempre em sintonia com o Projeto de Evangelização Proclamar a Palavra, da Arquidiocese de Belo Horizonte.

O grupo teve a ideia de realizar o trabalho ao perceber a carência das pessoas, não só de alimentos, pois muitas saíam de cassa sem tomar o café, mas também a carência espiritual.

“Os voluntários fazem questão de dar o apoio afetivo, tão necessário nos momentos de fragilidade, ajudando na escuta e na acolhida. Levamos comunhão para os doentes todas as sextas-feiras, às três horas da tarde, e uma vez no mês celebro uma Missa, atendendo às normas do hospital, embora o nosso desejo é de que as celebrações fossem semanais” – explica o pároco.

A instituição também recebe o apoio da comunidade paroquial. Há pouco tempo, a imprensa noticiou que o hospital seria fechado. Os fiéis, então, se mobilizaram junto com os alunos do Colégio Padre Eustáquio e da Escola Estadual Professor Morais, para promover o abraço ao Hospital Alberto Cavalcante. Uma forma de chamar a atenção das autoridades para a importância da instituição, especialmente, no atendimento oncológico e clínica médica.

A Paróquia São Luís Gonzaga também realiza um bonito trabalho social amparando 48 famílias pobres remanescentes da antiga Favela São José, distribuindo cestas básicas. O trabalho, que começou há 17 anos, conta com a ação direta dos jovens e dos casais da Pastoral Familiar e é realizado uma vez por mês. “Procuramos estar atentos às necessidades desses nossos irmãos mais pobres para que , dentro das possibilidades, não lhes falte o pão nem o apoio espiritual” , afirma Padre Ivan.

No período do Natal, a comunidade realiza uma campanha especial para oferecer a essas pessoas, com todo o carinho e dignidade, um belo almoço de Natal. “São pequenos gestos que podem amenizar o sofrimento e tornar um pouco menos sofrida a vida de nossos irmãos”, observa Padre Ivan.