Você está em:

Vaticano lança concurso internacional de música sacra

O Pontifício Conselho para a Cultura lançou na última semana um concurso internacional de música sacra, sem  limitação para os compositores, que tem como tema um dos textos-chave da tradição cristã “O Símbolo dos apóstolos”, comentado por Joseph Ratzinger em seu livro Introdução ao Cristianismo.

De acordo com o Presidente do Pontifício Conselho, Cardeal Gianfranco Ravasi, “o concurso tem o objetivo de promover o encontro entre a música contemporânea, com sua nova gramática, e o sagrado, que tem regras, textos e temas próprios”. O desafio do contemporâneo também foi destacado pelo maestro da Capela Sistina, monsenhor Massimo Palombella, que participará do júri: “Precisamos conversar com o homem de hoje em todos os campos, mas principalmente no da arte”, disse.

As inscrições podem ser enviadas até o dia 20 de julho. A expectativa do Pontifício Conselho é de que as músicas tragam uma contribuição para o Ano da Fé, que tem início em outubro deste ano.

Para participar, os interessados devem preencher um cadastro e seguir as orientações divulgadas no site oficial do concurso.
 

O tema das composições é o Credo Apostólico, não o niceno-constantinopolitano mas o mais antigo que foi feito pelos apóstolos e que tem uma especial abertura ecumênica.
 
O prêmio para a composição será um reconhecimento de público e crítica, conferido por um júri internacional presidido pelo compositor Giya Kancheli. O autor da obra vencedora receberá um prêmio em dinheiro no valor de 5 mil euros e a publicação no Edizioni Musicali RAI Trade.

A cerimônia de premiação será em Perugia, Itália, durante o 67º Festival de Música Sacra, dedicado ao tema “Anjos e Demônios”, dia 14 de setembro e  terá um concerto dos três finalistas.