Você está em:

Uma nesga de esperança

 

A noite nunca é total

Há sempre

No final do aborrecimento, uma janela aberta

Uma janela iluminada

Há sempre um sonho que espreita

Um desejo a ser satisfeito, uma fome a ser saciada

Um coração generoso,

Uma mão estendida

Uma mão estendida, uma mão aberta,

Olhos atentos,

Uma vida a partilhar

 

Paul Eluard

 

E onde quer que estiverem ou se encontrarem os irmãos, mostrem-se afáveis entre si. E com confiança, manifeste um ao outro suas necessidades, porque se uma mãe ama e nutre seu filho carnal, com quanto maior diligência não deve cada um amar e nutrir seu irmão espiritual?  E, se algum deles cair doente, os outros irmãos o devem servir, como gostariam de ser servidos.

 

Regra bulada de São Francisco, 6

por Frei Almir Ribeiro Guimarãe, OFM