Você está em:

Sexta-feira Santa: fiéis refletem sobre paixão e morte do Senhor

 
No Santuário Nossa Senhora da Conceição, bairro Lagoinha, o Arcebispo metropolitano de Belo Horizonte,  dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidiu a Ação Litúrgica, na Sexta-feira Santa, dia 18, concelebrada pelos padres Gladstone Elias de Souza,  Milton Tavares da Silva e João Nogueira Pereira. Em um gesto de entrega,  o Arcebispo e os  presbíteros se prostraram diante do altar vazio, símbolo do Cristo despido de suas vestes,  unindo o sacerdócio de cada um deles ao sacerdócio do Senhor.
 
Na Sexta-feira Santa, a Igreja relembra as dores e sofrimentos de Jesus. É o único dia em que não há a celebração da Eucaristia, mas a Ação Litúrgica.  A cerimônia tem três momentos: leituras e orações, Adoração da Cruz e a comunhão – consagrada na véspera, durante a Missa da Ceia do Senhor.
 
Centenas de fiéis, em silêncio, acompanharam as leituras e reverenciaram a Imagem de Jesus na Adoração da Cruz, entronizada na Igreja pelo Arcebispo. Ao longo do trajeto, foi retirado o véu vermelho que cobria a imagem. O gesto simboliza a Igreja que descobre o corpo de Cristo  e adora o mistério de sua morte. 
 
A ação litúrgica, segundo o Arcebispo, é momento importante no Tríduo Pascal. “Na sexta-feira Santa, a Igreja nos convida a entrar num profundo silêncio que nos põe diante da morte que é fruto do pecado, consequência de tudo o que fazemos na contramão do amor. Portanto, é um convite ao mundo para  uma grande mudança, uma compreensão nova e diferente  da vida”.
 
Dom Walmor destacou que ao celebrar a ação litúrgica, celebra-se a morte do Senhor, que é morte redentora. “Todos somos chamados a compreender que Deus morre por nossa causa e ressuscita  para nos abrir o caminho da vida  plena. Ao experimentar a morte, Jesus Cristo vivencia o sofrimento extremo, tomando todas as nossas dores sobre si. Assim, ele nos mostra que nenhum sofrimento é para sempre, que nenhum sofrimento é castigo, mas consequência do  pecado e,  para vencê-lo, é  necessário nos libertarmos e nos purificarmos”.
  
 
 

 

Imprensa:

TV Globo
TV Minas
Rádio Itatiaia