Você está em:

Seminário Arquidiocesano: Celebração Eucarística marca abertura do Ano Jubilar

Bispos, padres, religiosos, seminaristas e fiéis participaram da Celebração Eucarística que marcou o início das comemorações dos 90 anos do Seminário Arquidiocesano Coração Eucarístico de Jesus, abertura e preparação para o Ano Jubilar em 2013, no Santuário Arquidiocesano de Adoração Perpétua – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem.

A Celebração foi presidida pelo arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo e concelebrada pelos bispos auxiliares dom Wilson Angotti, dom João Justino, pelo bispo emérito de Porto Nacional (TO), dom Geraldo Vieira Gusmão, o reitor do Seminário, padre Nivaldo dos Santos e formadores.

Em sua homilia, o arcebispo dom Walmor disse que o Seminário é um coração dentro da Igreja: “O Seminário Arquidiocesano Coração Eucarístico de Jesus é uma herança, um compromisso, uma tarefa missionária. Uma história rica, de muitas pessoas importantes e muitos feitos. É o coração da nossa Igreja. Um lugar de irradiação e congregação de todos. Irradiar a alegria, o sonho da tarefa missionária da Igreja”, destacou.

Dom Walmor ainda agradeceu pelos bispos, padres e pessoas que se dedicaram ao Seminário Arquidiocesano:“São muitos nomes importantes que precisamos agradecer pelos 90 anos de muitas conquistas. Que Deus seja louvado por esse caminho“, finalizou.

Ao final da celebração, o reitor do Seminário, padre Nivaldo dos Santos demonstrou alegria pelo jubileu: “Estamos muito alegres pelo nosso jubileu, no dia 15 de março de 2013 completaremos 90 anos de história e caminhada. Jesus Cristo nos convidou para servir. E estamos aqui. Parabéns a todos que fazem parte dessa história”.

O Seminário Arquidiocesano foi fundado no dia 15 de março de 1923 pelo primeiro arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Antônio dos Santos Cabral. Constituído por uma rede de Casas de Formação, sacerdotal ou leiga, a preparação no Seminário contempla cinco dimensões: humana e afetiva, comunitária, intelectual, pastoral e espiritual. Atualmente possui 54 seminaristas em formação nas quatro comunidades: Coração Eucarístico, Padre Alberto Antoniazzi, Emaús e João Paulo II.