Você está em:

Reforma Política: Arquidiocese realiza campanha para coleta de assinaturas

A Arquidiocese de Belo Horizonte inicia, durante o período de realização da Copa do Mundo, uma grande mobilização para a coleta de assinaturas em apoio à tramitação no Congresso Nacional da proposta de Reforma Política. Comitês, fóruns permanentes de formação e momentos de reflexão sobre a proposta estão sendo planejados. O objetivo é promover a formação de cidadãos sobre a proposta de Reforma Política. Serão preparados espaços nas igrejas para a coleta de assinaturas.

 

O projeto de reforma política é fruto da Coalizão Democrática pela Reforma Política e Eleições Limpas, que reúne entidades de grande representatividade, como a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Central Única dos Trabalhadores (CUT), União Nacional dos Estudantes (UNE) e Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). Entre as principais propostas estão: a proibição de doações de recursos financeiros de empresas para campanhas eleitorais; a mudança no sistema de votação, sendo feito em dois turnos, no qual, no primeiro, o eleitor votaria em um programa, em ideias e, no segundo turno, escolheria as pessoas que irão colocar em prática o projeto; a equiparação entre o número de homens e mulheres no meio político, sendo que, para cada candidato homem, teria uma mulher; e a regulamentação do artigo 14 da Constituição de 1988, que trata dos instrumentos de participação popular. Para que a proposta se torne um projeto de lei de iniciativa popular, é preciso reunir mais de 1,5 milhão de assinaturas.

 

Clique aqui para mais informações