Você está em:

Povo da Rua peregrina ao Santuário Nossa Senhora da Piedade – 8 de setembro

A Pastoral do Povo da Rua da Arquidiocese de Belo Horizonte realiza peregrinação ao Santuário Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais no próximo dia 8 de setembro, terça-feira. Às 9h, o arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo preside Missa na Ermida da Padroeira de Minas Gerais (capela do século 18, que no altar tem a imagem de Nossa Senhora da Piedade, obra de Aleijadinho). A celebração será transmitida pelas TVs Horizonte e Rede Vida.  Os cerca de 150 peregrinos vão ao Santuário em três ônibus, que sairão às 7h do Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política da Arquidiocese de Belo Horizonte (Rua Além Paraíba, 208, bairro Lagoinha, Belo Horizonte). No Santuário, os peregrinos participam da Missa, visitam os espaços que integram o santuário mariano e ecológico da Padroeira de Minas Gerais e vivem momentos de confraternização. Também partilham de um almoço de acolhida. Alguns peregrinos, com talento para a música, levarão instrumentos musicais.

A Arquidiocese de Belo Horizonte, por meio da Pastoral do Povo da Rua, desenvolve diversas ações que objetivam promover a inclusão social das pessoas que vivem nas ruas da cidade. Entre os projetos mantidos com a ajuda da Igreja estão o Centro Pop e as Repúblicas Fábio Alves e Reviver. No Centro Pop, que atende diariamente cerca de 150 pessoas, a população em situação de rua é contemplada com oficinas socioeducativas, promovidas por uma equipe técnica. Os moradores em situação de rua têm, no local, um espaço para cuidar da higiene pessoal, lavar as roupas e guardar os pertences. Também recebem orientação para obter documentos e cuidados com a saúde. As Repúblicas Fábio Alves e Reviver, que acolhem moradores em situação de rua, contam com refeitório, dormitório, armários individuais, lavanderia e espaço para a higiene pessoal.
 

A Arquidiocese de Belo Horizonte também acolhe pessoas em situação de rua que, após receberem alta hospitalar, ainda necessitam de cuidados especiais. Esse serviço é oferecido na Casa de Apoio Nossa Senhora da Conceição, com infraestrutura e profissionais capacitados para ajudar na recuperação das pessoas atendidas.
 

Ao longo do ano, a Pastoral do Povo da Rua promove diversas ações que contribuem para a integração e inclusão social das pessoas que vivem pelas ruas da cidade. Entre as iniciativas, destacam-se a revista Voz da Rua, os encontros realizados todos os domingos, no Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política da Arquidiocese, chamado “Comunidade Amigos da Rua”, o almoço comunitário organizado no Natal e na Semana Santa e a Festa Junina.