Você está em:

Pós-Graduação em Pastoral Familiar: alunos concluem primeira etapa da formação na PUC Minas

A primeira parte do curso de Pós-Graduação em Pastoral Familiar, oferecido pela Comissão para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) em parceria com a PUC Minas, terminou dia 14 de julho, em Belo Horizonte. O primeiro encontro presencial contou com 22 participantes.

Os alunos, no encerramento da parte presencial, mostraram um olhar renovado sobre a Pastoral Familiar de acordo com o assessor da Comissão para a Vida e a Família da CNBB, padre Jorge Alves Filho. “Há um desejo de que esta formação permaneça para preparar melhor os padres e agentes da pastoral familiar”, disse.

Após a primeira fase presencial, o curso continua online. O próximo encontro dos alunos é em novembro. O curso, que funciona de forma semi-presencial, tem a missão de promover a evangelização e a promoção humana e social das famílias, bem como articular e congregar o desenvolvimento da Pastoral Familiar. Segundo padre Jorge Alves Filho, o intuito é estar atento aos desafios que a família tem enfrentado na realidade contemporânea.

Padre Jorge foi um dos professores selecionados para ajudar os alunos em torno da temática da família e da evangelização. Ele esteve na primeira aula presencial dos alunos. Na ocasião, explicou que esta etapa será realizada no dia 14 de julho, depois os alunos permanecerão com as atividades de forma ‘online’, e futuramente, de acordo com o cronograma do curso se encontrarão mais vezes.

O curso é destinado a profissionais com formação superior como agentes de pastoral em geral, agentes de pastoral familiar, interessados na relação famílias/religião, lideranças, profissionais que lidam com a questão familiar e possuem interesse em compreender a perspectiva pastoral ou agir em diálogo com as religiões. Neste sentido, se propõe a qualificar os agentes de pastoral em três níveis: bíblico, teológico-pastoral e sócio-antropológico. A previsão é que a turma conclua o curso em meados de janeiro de 2018. Participam estudantes de várias regiões do país.