Você está em:

Pastoral Carcerária da Arquidiocese de BH celebra o Natal com presos da Penitenciária Dutra Ladeira

A Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Belo Horizonte celebrou a Missa de Natal no Presídio Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves na quinta-feira, dia 14 de dezembro. A Missa foi presidida pelo padre José Geraldo de Sousa, com a presença dos diáconos Glêvison Felipe, Aylton Paulo e a equipe de Pastoral Carcerária de Ribeirão das Neves.

A celebração foi realizada na capela do presídio, recém reformada pelos próprios presos, com materiais doados pelas nossas comunidades de fé. Padre José Geraldo destacou na homilia o tempo de esperança que vivemos, no Advento de Cristo, que chega como criança, novidade transformadora indicando nova vida, novos caminhos a serem trilhados. A capela, agora reformada, será um espaço privilegiado para a proclamação da Palavra, com grupos de reflexão bíblica orientados pela Pastoral, atendendo à solicitação dos próprios presos.

A Pastoral Carcerária é um serviço missionário da Igreja. Os bispos reunidos em Aparecida indicaram sua missão: “A Igreja agradece aos voluntários que, com grande entrega pastoral, trabalham nos recintos carcerários. Contudo, deve-se fortalecer a pastoral carcerária, onde se incluam a tarefa evangelizadora e de promoção humana…” (Doc. Aparecida nº 429).

A Igreja faz Pastoral Carcerária por uma exigência do Evangelho, levando em conta o que Jesus disse: “…estive preso e me visitaste.” (Mateus 25,36). Neste contexto atual de insegurança, onde devemos buscar a superação da violência e da vingança (CF-2018), a Igreja é chamada para ser presença transformadora, evangelizadora; ser sinal de esperança para aqueles que querem refazer a caminhada. Deus não quer que seus filhos se percam, mas que “…se convertam e vivam.” (Ezequiel 18,23).