Você está em:

Paróquia Nossa Senhora do Morro participa da Semana Nacional de Museus

O Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos (Muquifu), idealizado pelo padre Mauro Luiz Silva, da Paróquia Nossa Senhora do Morro, participa da 12ª Semana Nacional de Museus, entre 12 e 18 de maio.

A iniciativa é do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e apresenta o tema: “Museus: as Coleções criam Conexões”. O Muquifu e o Museu Histórico Abílio Barreto apresentam suas coleções e fazem uma troca, expondo parte de seus acervos nos espaços expositivos parceiros. Será uma semana intensa de atividades em centenas de instituições em todo Brasil.

Muquifu: Beco Santa Inês, 30 – Barragem Santa Lúcia – BH/MG
www.muquifu.com.br / 3296-6690 ou 3296-6583

PROGRAMAÇÃO:

As Coleções do Muquifu criam Conexões – 12 a 18 de maio – segunda-feira a domingo – 9h às 17h

Durante a 12ª Semana Nacional de Museus, o Muquifu permanecerá aberto para a visitação pública. Na oportunidade serão apresentadas à comunidade as novas aquisições do museu.
 
• Instalação: “Doméstica, da Escravidão à Extinção. Uma Antologia do Quartinho de Empregada no Brasil”. Curadoria: padre Mauro Luiz da Silva e domésticas do Aglomerado Santa Lúcia
 
• Exposição: “Muro, o lado de cá” e “Esperança, a vila que nunca existiu?”
Fotógrafo: Jorge Quintão / Projeto Imaginário Coletivo
 
• Mostra Fotográfica: “Janelas, Histórias e Memórias em Extinção”
Fotógrafo: Marco Mendes
 
• Exposição: “O Meu Reino sem Folia”
Fotógrafa: Bianca de Sá
 
• Exposição: “Memória Revelada”
Curadoria: Luciana Campos Horta
 
• Oficina: “Grafite, mais que uma linguagem alternativa!”
Oficinas de Grafite que resultarão em um Painel/Memória na fachada do Muquifu
 
• Oficina: Restauro das pinturas (afrescos) do artista plástico Fabiano Valentino – Pelé – que decoram a área externa do Muquifu. Obras: “Quilombo do Papagaio” e “Símbolos de Divindades Africanas”.
 
Local: Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos. Beco Santa Inês, 30 – Barragem Santa Lúcia

 
Missa – 13 de maio – terça-feira – 19h às 20h30
 
• Missa na Igreja Maria Estrela da Manhã, na Vila Estrela, presidida pelo Padre Mauro Silva

• A Igreja recebe as imagens de dois novos Santos: Santa Bakhita de Schio e São Martinho de Lima. As imagens são obra da artista Sônia Toledo.
 
• “Chá da Dona Jovem”. Após a Missa, Dona Jovem prepara o seu Chá.
 
Local: Paróquia Nossa Senhora do Morro. Rua Santo Antônio do Monte, 708 – bairro Santo Antônio. Próximo à Praça Cairo, em Belo Horizonte.
 

Mesa Redonda – 14 de maio – quarta-feira – 14h às 17h
 
“Museus: as coleções criam conexões”. Convidados apresentam o tema da 12ª Semana Nacional de Museus e refletem sobre a coleção do Muquifu e algumas conexões que podem ser estabelecidas neste processo criativo.
 
• “As Coleções e Conexões, do Colecionismo aos Museus Contemporâneos”. Padre Mauro Silva reflete sobre a história das coleções a partir do século XVI na Europa, até a criação dos museus de favela no Brasil.
 
• Cidinha da Silva analisará as coleções do Muquifu pela ótica racial e de gênero no Brasil e nas favelas – pródigas em mascarar o racismo impregnado na vida de seus moradores com o mito da pobreza.
 
• “A Arte/Educação nos Museus de Favela ensina e emociona”. José Augusto de Paula Pinto reflete sobre as Coleções do Muquifu e suas Conexões.
 
• Exibição e debate – filme: “Memórias do Aglomerado”, com a presença de Mariana Castelo Branco. O filme narra parte das histórias e memórias daqueles que estão em vias de serem expulsos da favela.
 
• Tarde de autógrafos: “Racismo no Brasil e afetos correlatos” da escritora Cidinha da Silva. Durante o “Chá da Dona Jovem” a escritora conversa com seus leitores.
 
• “Chá da Dona Jovem” (Patrimônio Imaterial do Aglomerado Santa Lúcia/Morro do Papagaio): Momento de acolhida e troca de experiências entre os favelados e visitantes do Muquifu.
 
Local: Muquifu – Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos. Beco Santa Inês, 30 – Barragem Santa Lúcia.

Percurso de Iminências – 14 de maio – quarta-feira – 17h às 18h
 
• “Percurso de iminências”: visitação às coleções do Muquifu e do Museu Abílio Barreto, exibidas no trajeto entre eles e em seus espaços expositivos, que elucidam as conexões entre os acervos e reafirma parcerias.
 
• Grupos de Congado do Aglomerado Santa Lúcia / Morro do Papagaio fazem homenagem a Nossa Senhora do Rosário. Festa dos 126 Anos da Lei Áurea.
 
Trajeto: Partindo do Beco Santa Inês, 30 – Barragem Santa Lúcia e seguindo pela Avenida Prudente de Morais até o MHAB – Prudente de Morais, 202 – Cidade Jardim. Belo Horizonte.
 
 
Mesa Redonda – 14 de maio – quarta-feira – 18h às 20h

• Cidinha da Silva apresenta seu último trabalho: “Racismo no Brasil e afetos correlatos”.
 
Local: Auditório do MHAB – Av. Prudente de Morais, 202 – Cidade Jardim – Belo Horizonte.
 
 
Encerramento – 18 de maio – domingo – 9h às 17h

 
• Inauguração e visita guiada ao trabalho de grafite que decora o muro externo do Muquifu. Obra do Arte/Educador Álan Pires e Grupo de Oficina Guernica.
 
•  Visita guiada às obras restauradas do artista plástico Fabiano Valentino – Pelé – que decoram a área externa do Muquifu. Obras: “Quilombo do Papagaio” e “Símbolos de Divindades Africanas”.
 
• O Projeto “Gastronomia no Morro”  convida para um Almoço no Museu, com a participação dos Chef’s do Morro que irão elaborar pratos da culinária local. 
 

Local: Muquifu – Beco Santa Inês, 30 – Barragem Santa Lúcia