Você está em:

Papa: ligação entre Igreja e família é sagrada e inviolável

Na Audiência Geral desta semana, o Papa Francisco retomou a catequese sobre a família transformando-a em um momento de oração coletiva por ocasião da Solenidade da Anunciação, que a Igreja celebrou na quarta-feira.

 

“Com este Anúncio o Senhor ilumina e reforça a fé de Maria, como fará também depois com seu esposo José, para que Jesus pudesse nascer em uma família humana. Isto é muito bonito: nos mostra quão profundamente o mistério da Encarnação, assim como Deus quis, compreende não somente a concepção no ventre da mãe, mas também a acolhida em uma verdadeira família”.

O Papa também recordou que no dia 25 de março, muitos países celebram o Dia de Defesa da Vida e que 20 anos atrás, São João Paulo II assinou, nessa data, a Encíclica Evangelium Vitae. Na Encíclica, disse ainda Francisco, “a família ocupa lugar central enquanto seio da vida humana”.

Recorrendo às palavras de São João Paulo II, o Papa reiterou que os casais foram abençoados por Deus desde o princípio para formar uma comunidade de amor e de vida, a qual é confiada a missão da procriação. “Os esposos cristãos, ao celebrar o sacramento do Matrimônio, tornam-se disponíveis a honrar esta bênção, com a graça de Cristo, por toda a vida”, afirmou Francisco, dizendo ainda que “a ligação entre Igreja e família é sagrada e inviolável”. (Confira aqui a síntese da Catequese do Papa Francisco).