Você está em:

Observatório da Evangelização visita Regiões Episcopais

Com o objetivo de tornar o Observatório da Evangelização conhecido e utilizado pelas comunidades, paróquias, foranias, grupos e movimentos eclesiais presentes e atuantes em cada Região Episcopal, estreitar laços e auxiliar na construção da pauta de observações, a equipe executiva do Observatório da Evangelização da Arquidiocese de Belo Horizonte/ANIMA PUC Minas visitou, neste mês de março, os vigários episcopais e secretárias.

Durante as conversas, a equipe do Observatório apresentou o desejo de colocar-se a serviço da Igreja, sobretudo, para explicitar e dar maior visibilidade eclesial às ações evangelizadoras das Regiões, bem como propor reflexões sobre os desafios de evangelizar no contexto atual. Para dar um passo importante, foi solicitado de cada Região oferecer ao Observatório sugestões de experiências de ações evangelizadoras significativas que estão acontecendo em paróquias, pastorais, movimentos ou grupos. Com indicações concretas, o Observatório poderá melhor concretizar a sua missão. A equipe colocou-se à disposição para outras possíveis formas de parcerias, bem como fazer-se presente em acontecimentos eclesiais marcantes da Região, assembleias presbiterais, reuniões com lideranças cristãs, planejamentos.

Veja aqui como foram cada uma das visitas.

Sobre o Observatório da Evangelização
Instituído em 2013 pela Arquidiocese de Belo Horizonte na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), o Observatório da Evangelização nasce da sintonia entre as buscas de resposta da Igreja Particular de Belo Horizonte aos desafios suscitados pela cultura contemporânea à ação evangelizadora e os apelos do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização. É um projeto da Igreja Católica a serviço da concretização da missão de evangelizar e fecundar a sociedade atual com os valores do Evangelho de Jesus Cristo. Orientado pelas Diretrizes da Ação Evangelizadora da Arquidiocese de Belo Horizonte (2013-2016), três dimensões estruturam as atividades do Observatório: Espiritualidade encarnada e de comunhão; Renovação da vida comunitária e Inserção social da Igreja.