Você está em:

Nova diretoria da Rede Catedral de Comunicação Católica

Três novos coordenadores passam a integrar a equipe de gestores da Rede Catedral de Comunicação Católica. Eduardo Bandeira assume a Diretoria Executiva da Rede Catedral de Comunicação; Cláudia Caetano, a coordenação da TV Horizonte e Elanilza Carneiro, a coordenação das Rádios América e Cultura.

De acordo com dom Walmor Oliveira de Azevedo, a nova diretoria assume para fortalecer ainda mais a integração dos veículos de comunicação da Rede Catedral de Comunicação Católica, iniciada em agosto de 2006. Segundo o Arcebispo, esse processo vai permitir que, em rede e de maneira colegiada, o Evangelho chegue a um número cada vez maior de fiéis.

Ao tomar posse, Eduardo Bandeira reafirmou o compromisso de desenvolver projetos para alavancar os veículos de comunicação da Arquidiocese. Com ampla experiência no mercado de comunicação de Minas Gerais, Bandeira, formado em Comunicação Social e com especialização em Relações Públicas, trabalhou na sucursal do jornal O Globo, Jornal do Brasil, Diários Associados, Sistema Globo de Rádio e no Sindimaco, Sindicato Patronal de Lojistas de Material de Construção de Minas Gerais.

A nova coordenadora da TV Horizonte, professora Cláudia Caetano, graduada em Relações Públicas, atualmente coordena a PUC TV. Entre 2007 e 2009 coordenou o Curso de Comunicação Social em Arcos e, de 2010 a 2011, ajudou a implantar e coordenou o curso de Comunicação Social da PUC Minas em Poços de Caldas. Ela acredita que a experiência na TV Universitária vai auxiliá-la a enfrentar os novos desafios colocados pela comunicação. Desafios, que para a coordenadora, atualmente, são permeados pelas redes sociais, por uma nova lógica da comunicação e um novo sujeito.

A coordenadora das Rádios América e Cultura, Elanilza Carneiro é jornalista e relações públicas, com especialização em Marketing e Comunicação, pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH). Atuou durante 9 anos na coordenação geral e administrativa da Rádio FM Lagoinha. Tem experiência em assessoria de imprensa e foi jornalista da Revista Persona Mulher, de Brasília.

Ao assumir o cargo, Elanilza Carneiro enfatizou a necessidade de utilizar o potencial do rádio para levar a evangelização e a cultura aos lares, com responsabilidade e profissionalismo.