Você está em:

Nota de falecimento do Arcebispo Emérito de Ribeirão Preto, Dom Arnaldo Ribeiro

Dom Arnaldo RibeiroFaleceu na manhã de ontem, dia 15 de dezembro, o Arcebispo Emérito de Ribeirão Preto (SP), Dom Arnaldo RibeiroDom Arnaldo Ribeiro.

Dom Walmor Oliveira de Azevedo, Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, expressa sua solidariedade aos familiares e amigos de Dom Arnaldo Ribeiro e à Arquidiocese de Ribeirão Preto.

O velório está sendo realizado, desde ontem, na Paróquia Nossa Senhora das Dores  –  Rua Silva Jardim, 100 – Floresta – telefones (31) 3222-6972/3224-6275.

Hoje, as celebrações de corpo presente serão celebradas por Dom José Maria Pires – Arcebispo Emérito de João Pessoa, às 8 horas, por Dom Geraldo Vieira Gusmão – Bispo Emérito de Porto Nacional, às 9 horas, e por Dom Walmor Oliveira de Azevedo, às 13 horas.

O corpo de Dom Arnaldo Ribeiro seguirá ainda hoje para Ribeirão Preto (SP) com previsão de chegada às 16h30. Na Catedral Metropolitana de São Sebastião ele será velado até sexta-feira, dia 18, pela manhã. O sepultamento será realizado logo após a Celebração Eucarística marcada para às 9 horas. 

Dom Arnaldo Ribeiro nasceu em Belo Horizonte (MG), no dia 7 de janeiro de 1930, e aos onze anos de idade ingressou no Seminário Provincial Coração Eucarístico de Jesus.  Com seus estudos parcialmente concluídos, em 1948 foi cursar Filosofia e Teologia no Colégio Pio Brasileiro de Roma, onde permaneceu vários anos e foi ordenado padre na Basílica de São João do Latrão, no dia 13 de março de 1954. De volta ao Brasil, foi Capelão do Hospital Vera Cruz e, posteriormente, Reitor no mesmo Seminário que havia frequentado em Belo Horizonte.

Ordenado Bispo na Matriz de Nossa Senhora das Dores, no dia 27 de dezembro de 1975, foi nomeado Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte. Coordenou as atividades da Comissão de organização da vinda de Sua Santidade o Papa João Paulo II ao Brasil, em 1980.

No dia 4 de março de 1989, em Missa solene realizada no Ginásio da Cava do Bosque para aproximadamente 10 mil pessoas, Dom Arnaldo assumiu a Arquidiocese de Ribeirão Preto, em São Paulo, onde, imprimiu uma dinâmica pessoal e sempre fiel ao seu lema “Preparar os Caminhos para o Senhor”. Durante seu ministério em Ribeirão Preto ordenou mais de 100 presbíteros e trabalhou para incentivar as vocações sacerdotais.

Em 3 de junho de 2006, ele renunciou à Arquidiocese de Ribeirão Preto e foi sucedido por Dom Joviano de Lima Júnior tornando-se Arcebispo Emérito da mesma Arquidiocese.

No dia 21 de janeiro de 2007, na Solenidade de São Sebastião, foi homenageado na Catedral Metropolitana de São Sebastião, em Ribeirão Preto.