Você está em:

Missa pelos dez anos de dom Walmor na Arquidiocese de BH reúne milhares de fiéis


 

Milhares de fiéis acompanharam com grande emoção a Missa em Ação de Graças pelos dez anos de evangelização e serviços do arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo na Arquidiocese de Belo Horizonte, na noite desta terça-feira, dia 25, no Santuário Arquidiocesano de Adoração Perpétua – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem.
 

Um momento especial de comunhão e oração, concelebrado pelos bispos auxiliares, pelo bispo emérito de Porto Nacional (TO), residente em Belo Horizonte, dom Geraldo Vieira Gusmão e por centenas de padres da Arquidiocese. Um telão foi colocado na área externa do Santuário para que todos pudessem acompanhar. A Missa também foi transmitida pela TV Horizonte e pela Rário América, emissoras da Rede catedral de Comunicação Católica.
 

Muito feliz, dom Walmor disse que há dez anos chegou na Arquidiocese de Belo Horizonte trazendo no coração a alegria de ser chamado para um caminho missionário em uma Igreja merecedora de toda reverência. “Hoje ainda trago o coração cheio de toda essa alegria, mas com uma novidade: vocês não imaginam o tamanho do amor que eu tenho por vocês”.

Sobre o grande aprendizado que tem sido sua caminhada pastoral na Arquidiocese, o arcebispo disse que o maior ganho quando se percorre um caminho com sinceridade é poder aprender a amar de verdade as pessoas e a deixar-se, do fundo do coração, se inspirar por elas. “Quando a gente ama, a força que se perde, se recupera. O peso que se carrega, ganha leveza e a alegria tem um gosto muito mais especial”.  
 

Durante a celebração foram ordenados cinco novos diáconos permanentes que, a partir de agora, irão ajudar a Arquidiocese em seu trabalho evangelizador e social junto ao povo de Deus. São eles: Antônio Cézar Amorim, Cláudio Augusto, Geraldo Pereira, Gilberto Sabino e Jorge da Silva.
 

Sobre a ordenação dos diáconos, dom Walmor disse que, de uma forma muito especial agradece à Deus pela oportunidade de ordenar mais cinco novos diáconos permanentes para a Arquidiocese. “Homens que se prepararam para serem servidores e que, a partir de agora seguirão este caminho missionário e evangelizador, tão importante para a nossa amada Arquidiocese”.  
 

De acordo com o Catecismo da Igreja Católica, o diácono permanente, por meio de sua missão nas paróquias e comunidades, como servidor, deve apresentar “um testemunho evangélico e impulso missionário para que sejam apóstolos em suas famílias, em seus trabalhos, em suas comunidades e nas novas fronteiras da missão”. (DAp 208). Veja as orientações e diretrizes para o Diaconato Permanente na Arquidiocese de Belo Horizonte aqui.


 

 

 

 


Imprensa:

TV Alterosa
TV Horizonte
Jornal Estado de Minas
Jornal Aqui
Rádio Itatiaia
Rádio Gospa Mira
Rádio América