Você está em:

Missa da Ceia do Senhor e Lava-pés: dom Walmor celebra em comunhão com fiéis

No Santuário da Saúde e da Paz, bairro Padre Eustáquio, o arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidiu, na noite de Quinta-feira Santa, dia 2, a Missa da Ceia do Senhor e a cerimônia do Lava-pés, que relembra a última ceia de Jesus com seus apóstolos, a instituição da Eucaristia e do sacerdócio.

Dom Walmor lembrou que a humanidade precisa do sustento que vem de Deus e que a Eucaristia, instituída na Santa Ceia, é a fonte que nos alimenta. “Nós, como Igreja, celebramos hoje o dom da Eucaristia, dom da oferta que Cristo faz de si no alto da cruz. A Eucaristia é a celebração do sacrifício redentor de Cristo por nós. É o momento mais importante da vida da Igreja”.

O Arcebispo lavou os pés de 12 fiéis, reproduzindo o gesto de Jesus que, na última ceia, em sinal de humildade e serviço, lavou os pés de seus 12 apóstolos. Celebrando o Ano da Vida Consagrada, instituído pelo Papa Francisco, dom Walmor também lavou os pés de religiosos e religiosas.

Durante a homilia, dom Walmor falou sobre a importância da solenidade da Quinta-feira Santa, dizendo: “Hoje é a noite da ternura e também da ceia derradeira. A ternura de Deus para com a humanidade. O abrir do trio Pascal.  Gesto como força para caminhar/comida para alimentar o corpo/ternura de Deus para fazer o bem. O gesto mais perfeito de amor de Deus para conosco. Um abraço, um beijo, uma oferta do Filho Jesus. Nessa oferta tem tudo e só não recebe de tudo quem não quer. Em primeiro lugar Somos chamados, no coração, a receber um abraço gostoso e um beijo de Deus por meio do amor do seu único filho. Deus nos oferece tudo o que ele tem de mais precioso. Lavar os pés dos discípulos é um gesto simbólico de como devemos ser servidores uns dos outros. Devemos retribuir o desafio de sermos servidores uns dos outros.Em um mundo que muitos exercem poder criando um descompasso, que possamos dizer “eu vim para servir”.

Imprensa:
– TV Globo
– TV Alterosa