Você está em:

Lugar do cuidado social, da cultura, da educação, da fé

A Catedral Cristo Rei estará situada no epicentro da Arquidiocese, o que favorecerá a atuação do Vicariato para a Ação Social e Política. Assim, as Pastorais sociais estarão reunidas na Catedral, para acolher os que mais precisam. A Pastoral da Sobriedade, Pastoral do Menor,  Pastoral do Idoso e todas as outras estarão prontas para atender a um número cada vez maior de pessoas.
 
 
A Catedral terá ampla esplanada que poderá abrigar até 20 mil pessoas, além de auditório para ce­lebrações, momentos de espiritualidade, a­pre­­sen­tações artísticas e culturais e espaço para o anúncio do Evange­lho, em uma região extre­mamente carente de manifestações socioeducativas, cul­tu­rais e artísticas, com baixo índice de desenvolvimento humano (IDH). É a Igreja mostrando-se servidora. 
 
 
Na Catedral Cristo Rei haverá espaço para c­ate­que­se, cursos, oficinas, formação de lide­ranças, de promoção da cidadania, Núcleo de Fé e Política, além de biblioteca e espaço multiuso. O Memorial Ar­qui­diocesano, que reúne ar­te sacra e do­cumentos his­tóricos, será referência das tradições da fé cristã católica no coração da Catedral.
 
 
 
A Catedral será, antes de tudo, espaço dedicado à fé. Fé no Cristo Rei, em Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Minas Gerais; na Divina Misericórdia, que terá um Santuário em sua homenagem; em São José, patrono da Igreja Católica e guardião da Sagrada Fa­mília. Fé em Cristo Jesus, verdadeiro autor desta obra que tem como objetivo difun­dir o Evangelho e levar o amor de Deus a todas as pessoas.