Você está em:

Liturgia – Sugestões Litúrgicas

Sugestões Litúrgicas

 

Aproximando-nos da festa da Páscoa, percorremos o caminho quaresmal a fim de sermos criaturas novas. Voltando-nos a Deus e vivendo relações fundadas no amor e na misericórdia, esforçamo-nos em fazer valer a justiça de Deus, justiça que produz vida nova, vida em plenitude.

 

Rito Penitencial

 

Deus nos abraça com sua misericórdia doando-nos seu amor. Percorrendo os caminhos do êxodo desejamos ser lavados da morte e do pecado para, uma vez conformados a Cristo, sermos homens e mulheres novos. O Ato Penitencial seja realizado utilizando-se a fórmula 3 do Missal Romano, no primeiro modo para o tempo da Quaresma.

 

Esse rito, no entanto, poderá ser substituído pela ablução em água por parte de todos os que celebram. Aqui enquanto se entoa o canto: “Lavai-me Senhor”, no Hinário Litúrgico Arquidiocesano – Ciclo Pascal Anos A, B e C, pág. 14, a comunidade se dirige a um local com água para ablução das mãos.

 

A Palavra

 

Mediante a escuta da Palavra fazemos memória das maravilhas que o Senhor fez a seu povo (salmo responsorial) e participamos da bondade divina que em Jesus nos reconcilia. A escuta da Palavra é momento fecundo para o convite à vida nova que nos é oferecida em Jesus Cristo. Cuide-se então que haja uma devida preparação dos ministros leitores. Um mantra oportuno para o início da Liturgia da Palavra é: “Piedade Senhor”, do Cd “Mantras- frei Luiz Turra”.

 

A homilia recorde-nos a importância de estabelecermos relações de misericórdia na família, na comunidade, com os excluídos e sofredores, para que a misericórdia de Deus seja revelada ao mundo por meio de nosso agir com os outros. Após a homília, guarde-se um tempo de silêncio intercalando com o refrão meditativo: “Misericordioso é Deus, para sempre o cantarei”.

 

Tânia da Silva Mayer
Mestranda em Teologia Sistemática
pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE)