Você está em:

Igreja São Francisco de Assis: quadros da Via-sacra serão restaurados

As telas do artista Cândido Portinari que integram o acervo da Igreja São Francisco de Assis já estão sob os cuidados do Centro de Conservação e Restauro de Bens Culturais (Cecor) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Os quadros, que retratam as estações da Via-sacra, serão restaurados pela equipe técnica do Cecor, formada por professores e pesquisadores da Escola de Belas Artes da UFMG.

Para transportar os quadros até o local onde será realizado o restauro, a Arquidiocese de Belo Horizonte contou com o apoio da empresa Mudanças

Damasceno, especializada no transporte de obras de arte, e da Polícia Militar, responsável pela segurança. Os técnicos do Cecor realizaram minucioso trabalho para acondicionar os quadros, tudo para garantir proteção às obras de arte. As telas foram embaladas e, depois, cada uma, cuidadosamente, colocadas em caixas de madeira.

Os trabalhos foram supervisionados pela equipe técnica do Memorial da Arquidiocese de Belo Horizonte e das instituições do poder público que cuidam da proteção de bens culturais – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha-MG) e Fundação Municipal de Cultura.

A expectativa é que as obras retornem à Igreja São Francisco de Assis logo após a conclusão das obras de revitalização da Capela, previstas para ocorrer no próximo ano. Em novembro, a Igreja São Francisco de Assis já estará à disposição do poder público para o início dos trabalhos.