Você está em:

Fundação Hospitalar Nossa Senhora de Lourdes

O Hospital Nossa Senhora de Lourdes, instituição sem fins lucrativos, que tem a Fundação Hospitalar Nossa Senhora de Lourdes, vinculada à Arquidiocese de Belo Horizonte, como mantenedora, é o responsável por 80% dos atendimentos em saúde dos municípios de Nova Lima, Raposos e Rio Acima, localizados na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

 
Instalado em Nova Lima, o hospital é referência no a­tendimento de casos de média complexidade pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para mais de 120 mil habitantes, em sua maioria carentes. O local é o único a oferecer atendimento em várias especialidades, como pneumologia e hemodiálise, sendo também o único hospital público da região a ter maternidade. 
 
Em 2012, 7.949 pessoas  foram atendidas, das quais, 5,5 mil pelo SUS. O hospital contabilizou 509 internações, 279 sessões de fisioterapia, 276 cirurgias, 1.075 sessões de hemodiálise. Traba­lho rea­lizado por 500 profissio­nais, 200 deles  da área médica e de enfermagem.
 
Em 2012, a instituição, vinculada à Arquidiocese de Belo Horizonte, passou por reformas em sua estrutura, dando mais segurança e agilidade na prestação de serviço aos pacientes. A Clínica Médica foi reestruturada, sendo implantados, também, sistema para a classificação de risco, organização do tempo de espera, além da melhoria do espaço físico.  Novos equipamentos também foram adquiridos para a sala de urgência do CTI e para a realização de cirurgias ortopédicas e de vesícula.
 
Pastoral da Saúde
 

“O hospital contabilizou 7.949 atendimentos, dos quais, 5,5 mil pelo SUS. Foram 509 internações,
279 sessões de fisioterapia, 276 cirurgias, 1.075 sessões de hemodiálise”

Promover, cuidar e celebrar a vida, levando o Evangelho e a esperança às pessoas acamadas que sofrem por alguma enfermidade, seja ela física, psíquica, social ou espiritual. Essa é a missão principal da Pastoral da Saúde.
Para tanto, em 2012, foram promovidas diversas atividades, entre elas, 25 cursos de formação missionária dos agentes em toda a Arquidiocese, a participação no Congresso Nacional da Pastoral da Saúde, 16 mil visitas a 84 hospitais públicos e privados de Belo Horizonte, e aproximadamente 850 trabalhos desenvolvidos por voluntários na divulgação dos programas e do direito ao atendimento gratuito ofe­recido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), participação nas definições das diretrizes nas secretarias de saúde, além da fiscalização de ações e serviços públicos, como a doação de remédios, e materiais de locomoção para os deficientes, como cadeiras de rodas e muletas.
 
Casa de Apoio Nossa  Senhora da Conceição
 
 
Mais do que um abrigo, uma verdadeira casa, com toda infraestrutura para aten­der quem dela precisa. Os cômodos incluem salas de fisio­terapia, informática, refeitório, rampas de acesso a deficientes físicos e cadeirantes, salas para atendimento psicológico e médico e para atendimento de cuidadores, além de quartos grandes e adaptados para acolher pessoas em situação de vulnerabilidade social, que convivem com o vírus HIV/Aids. Assim funciona a Casa de Apoio Nossa Senhora da Conceição, um projeto do Vicariato para a Ação Social e Política da Arquidiocese de Belo Horizonte, por meio da Providência Nossa Senhora da Conceição, que conta com o auxílio do Núcleo de Apoio à Saúde e da Pastoral da Aids, além da parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte e o Governo do Estado de Minas Gerais.
 
A proposta é a de recuperar a saúde dos pacientes que chegam com quadro debilitado, encaminhados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e ressocializá-los para que possam retornar às suas atividades e até voltar a viver com a família.
 
A Arquidiocese de Belo Horizonte é referência no atendimento às pessoas em situação de emergência que estão com a doença. No Estado, são disponibilizados 50 leitos destinados a moradores pobres com HIV/Aids, sendo 30 deles oferecidos somente na Casa de Apoio.