Você está em:

Fiéis acompanham Via-Sacra no Santuário da Padroeira de Minas

Mais de 700 fiéis acompanharam a Via-Sacra presidida pelo bispo auxiliar dom João Justino de Medeiros Silva na Sexta-feira Santa, dia 18, no Santuário Nossa Senhora da Piedade.  

O momento especial de fé e oração, teve início na primeira estação da Via-Sacra, na entrada do Santuário. Lembrando a Paixão e a Morte de Jesus, os fiéis começaram a subir a Serra da Piedade às 7 horas da manhã, num percurso de cinco quilômetros e meio. Durante mais de 3 horas de caminhada, se revezaram carregando uma cruz de aproximadamente 6 metros de comprimento e 50 quilos.

Em cada uma das 15 estações, rezaram e refletiram sobre a Campanha da Fraternidade 2014, que tem como tema tema: “Fraternidade e Tráfico Humano” e lema: “É para a liberdade que Cristo nos libertou”.

Dom João Justino disse que a ressurreição de Jesus representa a vitória e que a presença de tantos irmãos e irmãs subindo a Serra da Piedade neste dia em que se lembra a Paixão e a Morte de Jesus, é sinal de fé. “A Via-Sacra possibilita a cada um olhar para si mesmo, refletir sobre sua vida e buscar viver de acordo com os ensinamentos de Jesus Cristo. A peregrinação é uma experiência muito rica. E, caminhar neste solo sagrado do Santuário Nossa Senhora da Piedade nos purifica e aumenta a nossa fé”.

No final das estações, dom João Justino, o reitor do Santuário,  padre Fernando César do Nascimento e os padres  Carlos Antônio da Silva e Mateus Lopes, ajudaram a conduzir a cruz até a Ermida da Padroeira, onde o bispo deu a bênção aos peregrinos.

 

 
Desde os três anos de idade, Geraldo Silva das  Mercês, visita o Santuário da Padroeira de Minas. Hoje, aos 47 anos, carrega a cruz na Via-Sacra pela primeira vez. Fez todo o percurso conduzindo a cruz sem revezar com ninguém. “Não me sinto cansado. Me sinto abençoado e felicidade”.        Um grupo de jovens da Comunidade Nossa Senhora da Penha (Caeté), fez o percurso  revezava uma cruz menor entre os amigos. Para eles, participar da procissão meditada foi especial. Disseram que a força vem da lembrança do que  Jesus passou por  todos nós. 

 Fotos: Marcos Figueiredo

Imprensa:

– TV Globo

– Jornal Estado de Minas

 

Outras celebrações:

Em Ribeirão das Neves, o arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo visitou o Presídio Antônio Dutra Ladeira e celebrou a Via-Sacra com os detentos. Veja aqui.