Você está em:

Evangelização e cuidado com a comunidade são sinais da presença da Igreja em Betim

O cuidado com a saúde, a cultura e o bem-estar da comunidade faz da Paróquia Maria, Mãe dos Pobres, referência da presença da Igreja no bairro Jardim Teresópolis, em Betim. O Núcleo de Atenção à Pessoa atendimento às pessoas da região, que inclui ainda os bairros Amazonas, Renascer e Alvorada. Cinco psicólogos, duas fonoaudiólogas e uma psicopedagoga realizam quase 400 atendimentos mensais.

A maioria das crianças beneficiadas são encaminhadas pelas escolas, quando os professores constatam problemas relacionados ao aprendizado, fala e comportamento ou no relacionamento pessoal ou social. Uma ação que tem recebido um retorno positivo quanto ao maior aproveitamento dos alunos após o processo terapêutico.

Os atendimentos são realizados no Centro Pastoral da Paróquia, de terça-feira a sábado, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30.

O Coral Sementinha da Fé reúne 24 crianças de cinco a 13 anos de idade na Casa Margarida. Os pequenos cantores se apresentam nas festas da paróquia, em outras paróquias e participam de encontro de corais. Outras sete crianças integram o curso de violão, criado recentemente. Mas, para participar, é preciso estar em dia com a escola.

Os responsáveis pelas atividades artísticas celebram o retorno dos pais, que apresentam relatos de mudança do comportamento em casa, na escola e com relação ao outro, em virtude da disciplina adquirida, do maior bem-estar social e emocional das crianças. São transformações que têm refletido no cuidado que os pequenos passaram a dedicar aos irmãos ainda mais novos, além da superação da timidez.

As pessoas que não tiveram a oportunidade de aprender a ler na infância são acolhidas com especial carinho no curso de alfabetização para adultos, realizado na Comunidade Divino Espírito Santo, no bairro Novo Amazonas. A iniciativa completa 2 anos no final deste ano, graças à generosidade de duas professoras da rede publica aposentadas que doam tempo e trabalho em favor dos menos favorecidos, e à dedicação dos alunos.