Você está em:

Enxergar a beleza em tudo

“Com quem posso comparar essa geração?” Lc 7,31

 

 

Jesus se dirige a nós para nos exortar sobre o pecado da murmuração. Se está calor, reclamamos; se faz muito frio, não gostamos; se o tempo está corrido, resmungamos; se nos sobra tempo, preocupamos; se nos deparamos com o imprevisto, ficamos mau humorados, se vivemos na rotina, sentimos tédio…

Naquele tempo, criticaram João Batista por ser muito radical em sua ascese e quando chegou Jesus na liberdade acima da lei, também criticaram julgando-o como um relaxado. Será que não nos encaixamos nem um pouco nessa fraqueza de sempre reclamar?

Deus conduz nossa vida, Ele é o Senhor de nossa história. Há beleza em tudo, desde que nosso coração esteja unido ao de Deus

Pense sobre os seus últimos dias, não saiu de seus lábios, nem de seu coração, nenhuma murmuração, nenhum tipo de insatisfação diante dos acontecimentos ou diante das pessoas? Se sua resposta for não, parabéns! Você está em estado de graça! Mas se como eu, sua resposta for sim, vamos procurar melhorar!

O caminho é enxergar a beleza de Deus em tudo. Deus se manifestou fortemente em João Batista com seu modo de vida rude, asceta, radical e profético. E manifestou-se de forma plena em Jesus na liberdade, na misericórdia, no acolhimento e na superação da lei. Uma manifestação não exclui a outra. Na nossa vida, também precisamos enxergar de forma mais ampla os acontecimentos e as pessoas. Deus conduz nossa vida, Ele é o Senhor de nossa história. Há beleza em tudo, desde que nosso coração esteja unido ao de Deus.

É possível encararmos os imprevistos como vontade de Deus para nós naquele momento, enfrentarmos as dificuldades como oportunidades para crescermos na virtude, passarmos pelos momentos de dor unindo nossas dores às de Jesus na Cruz, confrontarmos com as injustiças e assumirmos nossa luta pelo bem, enfim, em toda e cada situação buscarmos um olhar transcendente, buscar uma forma de viver segundo o Amor, unir nossa alma a de Deus em todas as circunstâncias. Quem vive assim é feliz!

Rezemos:

Dê-nos a graça, Senhor, de um tudo nos unir a Ti: Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na fartura e na privação, no descanso e no trabalho, no encanto e na dor. Queremos ver a beleza da vida nos melhores e nos piores dias, desejamos nos encantar pela vida nas vitórias e nas perdas. Só uma alma unida à Sua é capaz de viver assim. Queremos viver essa comunhão plena Contigo. Acolhe-nos em Ti, Senhor. Esconde-nos em Ti, Amor Eterno. E assim viveremos em constante gratidão, te louvando e bendizendo sem cessar.

 

Anajúlia Gabino
Consagrada da Comunidade Árvore da Vida