Você está em:

Ecumenismo e paz é tema de catequese do Papa Francisco

Cidade do Vaticano (RV) – A viagem à Terra Santa foi o tema da Audiência Geral desta semana. O Papa Francisco fez uma pausa em nas catequeses sobre os sete dons do Espírito Santo, para falar da recente peregrinação que ele definiu como “um grande dom para a Igreja”. Depois de agradecer a todas as autoridades eclesiásticas e civis que cooperaram para a realização da visita, de modo especial aos franciscanos, o Pontífice recordou a motivação principal que o levou à terra de Jesus: celebrar os 50 anos do encontro entre Paulo VI e o Patriarca Atenágoras, rezando desta vez no Santo Sepulcro com Bartolomeu I.

 

“Naquele local onde ressoou o anúncio da Ressurreição, sentimos toda a amargura e o sofrimento das divisões que ainda existem entre os discípulos de Cristo. A divisão faz mal ao coração. Ainda estamos divididos? Naquele local onde Jesus nos dá a vida, nós ainda estamos um pouco divididos”, disse Francisco. Mas sobretudo, naquela celebração repleta de recíproca fraternidade, estima e afeto, ouvimos forte a voz do Bom Pastor ressuscitado que quer reunir todas as suas ovelhas em um só rebanho; sentimos o desejo de curar as feridas ainda abertas e prosseguir com afinco o caminho para a plena comunhão.”

 

Mais uma vez, como fizeram os Papas precedentes, eu peço perdão por aquilo que fizemos para favorecer esta divisão. E peço ao Espírito Santo que nos ajude a curar as feridas que nós fizemos aos outros irmãos.(Confira, aqui, a síntese da catequese do Papa Francisco).

Leia, ainda, os resumos das reflexões do Papa Francisco na visita à Terra Santa e nas homilias das Missas celebradas na Casa Santa Marta, situada nas dependências do Estado do Vaticano:

 

26 de maio
COMO ARTESÃOS PACIENTES
 

24 de maio
PAPA FRANCISCO SE ENCONTRA COM REFUGIADOS E JOVENS DEFICIENTES


24 de maio

COM APELO À PAZ, PAPA DÁ INÍCIO A VIAGEM À  TERRA SANTA