Você está em:

Domingo da Misericórdia: dom Walmor apresenta o Projeto Praça das Famílias

O Projeto Praça das Famílias, importante etapa da construção da Catedral Cristo Rei, foi apresentado pelo arcebispo metropolitano dom Walmor Oliveira de Azevedo, após a Celebração Eucarística pelo Domingo da Divina Misericórdia, na noite deste domingo,  dia 27, no Santuário São Judas Tadeu.  A Missa foi concelebrada por dom Frei Luís Gonzaga Silva Pepeu, OFMCap, arcebispo de Vitória da Conquista (BA) e por padres da Arquidiocese de Belo Horizonte.

No Santuário, uma equipe da Campanha Faço Parte orientou os fiéis sobre as formas de adesão ao Projeto. De casa, milhares de pessoas puderam acompanhar o lançamento por meio da transmissão da TV Horizonte e da Rádio América, emissoras da Rede Catedral de Comunicação Católica.

Dom Walmor disse que a Praça das Famílias é um importante projeto, em que todos podem participar homenageando suas famílias e pessoas queridas. Colocando seus nomes nas contas do Terço que irá contornar a Catedral Cristo Rei. “Esta é uma homenagem para aqueles que queremos que sejam sempre lembrados. Com a comunhão e a participação de todos, vamos levar este projeto a todos os lares, repetindo com orgulho: Faço Parte, também estou na Praça das Famíliasda Catedral Cristo Rei”.

A Praça das Famílias será um espaço dedicado especialmente às famílias. No coração da Catedral Cristo Rei haverá um grande Terço onde as famílias poderão rezar. Dentro das contas do Terço, estará inscrito o nome das pessoas que colaborarem com a construção da Praça – uma homenagem para sempre na Catedral Cristo Rei. A Praça, com 12.527m²,  é ideal para a realização de importantes celebrações, como a Missa da Unidade, eventos culturais, exposições, feiras, procissões, concertos, shows, atos de piedade. É o lugar das famílias, das crianças, do encontro.

Na chegada ao Santuário, antes mesmo do Arcebispo falar sobre o Projeto, muitos fiéis aderiram ao Projeto.
 

Theresinha de Jesus Sá, contribui para a Campanha Faço Parte e agora terá o nome de seu pai para semprena Praça das Famílias. Ela fez questão de fazer a doação, na hora, sem parcelamento. “Nasci e cresci na Igreja Católica e é uma grande alegria poder contribuir e participar deste projeto tão bonito. Quero que o nome do meu pai seja para sempre lembrado”.
 

                          
Devoto de São Judas, Obemar Pereira se diz orgulhoso pela construção da Catedral Cristo Rei. Ele também participou da Campanha do Cimento. “É importante colaborar com a Igreja. Como fiel me sinto no dever de ajudar e retribuir à Deus por tantas bênçãos em minha vida. Este é o meu gesto de gratidão”.                      Maria Pelina Luz da costa Carvalho Soares, disse que espera a costrução da catedral há muito tempo e que a chegada de dom Walmor à Arquidiocese de Belo Horizonte reacendeu a esperança de ver seu sonho realizado. “Rezo o Terço todos os dias e tenho Nossa Senhora como minha madrinha. Sou devota e quero muito esta homenagem”