Você está em:

Dom Otacílio celebra o segundo dia do tríduo pelos 57 anos de Nossa Senhora da Piedade Padroeira de Minas Gerais

No segundo dia do tríduo preparatório para o Jubileu de 57 anos de Proclamação de Nossa Senhora da Piedade Padroeira de Minas Gerais, no sábado, dia 29 de julho, um grande número de peregrinos participou da Celebração Eucarística presidida pelo bispo auxiliar dom Otacílio Lacerda, na Ermida da Padroeira, no Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Caeté.

“Aqui neste Santuário nos sentimos, de uma forma muito especial, abraçados e envolvidos pela ternura e pelo amor de Nossa Senhora”, disse dom Otacílio na acolhida aos fiéis.

Durante a homilia, dom Otacílio falou sobre a alegria de trabalhar pelo Reino de Deus, de anunciar o Evangelho, proclamando a Palavra de Deus oportuna e inoportunamente, em uma referência ao Projeto de Evangelização da Arquidiocese de Belo Horizonte. Também ressaltou a importância de sempre rezar e fazer coisas boas. “A alegria deve ser sempre transbordante no coração daqueles que creem no Senhor. O reino de Deus exige de nós empenho, renúncia, sacrifício e desapego, por algo maior. Mas tudo isso vale à pena. Pois o céu é para quem se compromete com Deus aqui na terra. Que Deus nos ajude para que nossa oração seja sempre acompanhada de gestos em favor dos nossos irmãos”.

No final da Missa, dom Otacílio deu uma bênção e celebrou a renovação dos votos matrimoniais do casal Márcio e Lucinéia, que completaram 25 anos de casados.

O Estado de Minas Gerais foi consagrado a Nossa Senhora da Piedade em 31 de julho de 1960, após decreto do Papa João XXIII, por meio das Letras Apostólicas Haeret animia, de 20 de novembro de 1958.

Este ano a programação do Jubileu faz parte das celebrações dos 250 anos das primeiras peregrinações ao Santuário.