Você está em:

Crianças, dom para a Humanidade

Na catequese desta semana, o Papa Francisco afirma que uma sociedade se julga pelo modo como trata suas crianças: se é livre ou escrava de interesses internacionais.Segundo o Santo Padre,  “Deus não tem dificuldade de se explicar para as crianças, e elas não têm problemas para entender Deus”.

O Papa Francisco explicou, ainda, que o termo “pequenos” indica todas as pessoas que dependem da ajuda e dos cuidados de outros, e citou dois trechos do Evangelho de Mateus que ilustram o que representam as crianças:uma riqueza para a humanidade e para a Igreja.

 

“Elas nos lembram constantemente que a condição necessária para ingressar no Reino de Deus é não nos considerar autossuficientes, mas sempre necessitados de ajuda, de amor e de perdão; todos precisamos disto”- disse o Santo Padre.
Confira, aqui, a íntegra da Catequese.

 

Na sexta-feira, dia 20, o Papa Francisco participou, das meditações da terceira pregação da Quaresma do Pregador da Casa Pontifícia, Frei Raniero Cantalamessa,  na Capela Redemptoris Mater, no Vaticano.

 

Com o título “Oriente e Ocidente perante o Mistério do Espírito Santo”, Frei Cantalamessa dividiu o tema em três contextos: “Rumo ao acordo sobre o Filioque”, “Rumo a uma nova síntese” e “O Espírito da Verdade e o Espírito da Caridade”.Leia a síntese da pregação do Frei Cantalamessa 

 

NOTÍCIAS DO VATICANO

 

PAPA DISCURSA NA ASSEMBLEIA DA ONU, EM SETEMBRO

 

PAPA FRANCISCO MANIFESTA SUA DOR PELAS DO ATENTADO NA TUNÍSIA