Você está em:

Comunidade se mobiliza pela preservação de Patrimônio Cultural das Favelas

Um grupo constituído por moradores do Aglomerado Santa Lúcia, representantes de instituições locais e parceiras se mobiliza em defesa de um afresco da Capela São Bento Abade, na Vila São Bento, que corre o risco de demolição. A arte é de Messias Rodrigues Pereira (38), artista local, e representa a Transfiguração do Senhor.

O assunto será tema de encontro nesta quinta-feira, às 11h30, na Capela São Bento Abade, rua Professor Fábio, nº 6 , Vila São Bento, Aglomerado Santa Lúcia (BH). Estarão reunidos o autor o afresco, Messias Pereira, o artista diamantinense Marcial Ávila – que atualmente expõe dez estandartes de Santos e Anjos Negros, no Museu de Quilombos e Favelas (Muquifu)-, o proprietário do imóvel onde situa-se a Capela São Bento, Wilson Antônio da Silva, e o curador do Muquifu, Padre Mauro Luiz da Silva.

A comunidade propõe, por meio do debate amplo e propositivo com os envolvidos, que sejam estabelecidos coletivamente mecanismos que propiciem a transformação efetiva da Capela São Bento Abade em espaço de cultura, memória e cidadania.
Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (31) 8804 9149 e (31) 9257 0856.